Eder diz que negociação de cartas de crédito de promotores e procuradores foi absolutamente legal. Veja trecho do depoimento ao juiz Jefferson Schneider.

Comentários