Coletiva da Operação "Castelo de Areia". Entre os acusados presos por aplicar os golpes de estelionato está o ex-presidente da Câmara de de Cuiabá, João Emanuel Moreira Lima e o irmão dele, Lázaro Roberto Moreira Lima.

Comentários