Cidadão indignado mostra abandono dos vagões do VLT de Cuiabá, adquiridos em 2013/14 por mais de R$ 400 milhões e que agora estão ao relento na região do Aeroporto Marechal Rondon

Comentários