conecte-se conosco


Carros e Motos

Toyota apresenta robô que não erra cestas de 3 pontos no basquete. Veja vídeo

Publicado

Após criar uma máquina de cestas de três pontos no basquete, a Toyota se mostrou pronta para enfrentar qualquer craque da NBA. Batizado de CUE3, o vídeo acima registrou o momento em que o robô empolgou os torcedores que assistiam a uma partida da liga profissional de basquete masculino do Japão. Trata-se da nova versão do projeto, aprimorado pelos engenheiros japoneses para realizar uma simulação realista do movimento dos jogadores de basquete na hora do arremesso.

LEIA MAIS: Apple expande seu programa de desenvolvimento para carros autônomos


Robô
Divulgação

O dia que este robô da Toyota — ou algum outro — for capaz de se locomover pela quadra, já era a NBA

A criação da Toyota , de 2,04 metros e 76 kg, é o “jogador” 93 da equipe Alvark Tóquio, que inclusive já está registrada na lista de membros da equipe. A B.League, que organiza o campeonato profissional no Japão, também exibiu o vídeo da cesta no Twitter e escrever: “A vitória fica fácil se o arremesso super longo estiver nas mãos do CUE3”. Apesar da precisão nos lances, ainda não é capaz de se movimentar em campo.

Leia Também:  Veja como será a reciclagem de baterias com aumento da frota de carros elétricos

LEIA MAIS: Confira 5 coisas que carro autônomo fará por você no futuro

Segundo a Toyota, a inteligência artificial contida no CUE3 é a grande responsável pelo sucesso das cestas de três pontos. O sistema é capaz de analisar a tabela do basquete por meio de sensores, que avaliam qual é o ângulo correto para os motores realizarem o movimento do arremesso. Para dar um tom ainda mais realista, os técnicos da Toyota copiaram a técnica utilizada pelo armador dos EUA Stephen Curry , estrela do Golden State Warriors — que conta até com a pequena agachada antes de lançar a bola.

LEIA MAIS: Como a falta de infraestrutura atrasará a chegada de carros autônomos ao Brasil?

Inteligência artificial nos carros


Carro autônomo
Divulgação

Já viu algum carro sem volante e pedais? Dê boas vindas ao Chevrolet Bolt com tecnologia de direção autônoma

Falando de inteligência artificial em robôs, entre os projetos com envolvimento de fabricantes de carros, um dos mais ousados é certamente o carro sem volante e nem pedais da Chevrolet. Desenvolvido a partir do elétrico Bolt, a tecnologia vem da Cruise Automation, empresa especializada em desenvolvimento de sistemas de direção autônoma adquirida pela GM em 2016.

Leia Também:  Conheça os 5 sedãs seminovos mais econômicos até R$ 40 mil

LEIA MAIS: Táxi sem motorista começa a ser testado em público em Cingapura

Para que o carro consiga se guiar pelas suas, sem qualquer intervenção humana, foram necessários cinco liDARs — sensores óticos capazes de detectar objetos e analisar propriedades da luz refletida, para processar parâmetros que medem distâncias — além de 16 câmeras e 21 radares. Tudo para reunir informações do mundo real e fazer interpretações no mundo virtual.

LEIA MAIS: Carro autônomo da Uber mata pedestre no Arizona (EUA). Carro estava a 65 km/h

Tal como o robô da Toyota , a tecnologia do carro sem qualquer comando servirá de base para o desenvolvimento de novas tecnologias aos modelos produzidos em massa. Em ambos os projetos, a eficiência, a precisão dos movimentos e do raciocínio artificial são alguns dos pré-requisitos para garantir segurança para os usuários do futuro. E são vários os projetos, com destaque para  veículos que fazem entregas sozinhos e até motocicletas autônomas .

Fonte: IG Carros
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Carros e Motos

Honda Civic Type R de Lego em escala real  tem peças que funcionam. Veja vídeo

Publicado


Honda Civic Type R feito de Lego
Divulgação

Honda Civic Type R feito com peças de Lego exibe linhas fieis às do esportivo original com motor de 320 cv

O Honda Civic Type R, um dos carros mais velozes da marca japonesa, foi recriado em uma escala de tamanho real a partir de blocos de Lego. Uma equipe de nove pessoas, liderada por Ryan McNaught — um Lego Certified Professional — levou mais de 1.300 horas para concluir o projeto, durante o qual eles usaram mais de 320.000 peças. Como base, projeto dependeu de uma estrutura de aço, na qual todos os tijolos foram colados juntos.

LEIA MAIS: Bugatti Chiron feito de Lego anda de verdade

Tamanha complexidade do projeto levou a desafios igualmente desafiadores. Entre os maiores, está a fragilidade dos limpadores de janela e a asa traseira, que precisavam imitar ao máximo os que equipam o Honda Civic de verdade. No final, tudo se encaixou muito bem, mas isso não foi o suficiente para a equipe ficar satisfeita por completo.

Algo bastante impressionante é a presença funcional da parte elétrica do carro de Lego , que que podem ser ligadas e desligadas usando um tablet iOS. Segundo McNaught: “Adoramos o desafio deste projeto.

Leia Também:  Hyundaimostra SUV menor que o Creta no Salão de Nova York

O carro é moldado com uma quantidade considerável de linhas curvas, tornando a construção difícil, na mesma medida que interessante. Não deixamos os mais minuciosos detalhes de lado, e o resultado foi bastante diversão, apesar do trabalho duro”.

LEIA MAIS: Oficina cria carrinho de LEGO que funciona e se locomove sozinho. Veja vídeo

A partir de agora, a própria Honda mostrará este Type R em diferentes eventos na Austrália nos próximos meses. Sua primeira apresentação será no dia 28 de abril no Channel Nine, durante o programa de TV “LEGO Masters”, que será julgado por McNaught e Hamish Blake.

LEIA MAIS: Honda Civic Type R ganha chances de ser importado para o Brasil

Segundo o diretor da Honda Austrália, Stephen Collins: “a Honda é uma empresa que tem tudo a ver com criatividade e inovação, por isso é ótimo apoiar um programa familiar que reflita tão bem esses ideais. Por meio do Lego Masters, veremos alguns dos sonhos dos participantes e também dos fãs ganhando vida. Temos orgulho de ajudar a impulsionar isso”.

Outra recente criação, usando Lego

Leia Também:  Conheça os 5 sedãs seminovos mais econômicos até R$ 40 mil

No dia 20 de fevereiro, uma VW Kombi de Lego foi revelada em Munique (Alemanha). Entretanto, não se tratava apenas de um projeto qualquer. Durante apenas seis semanas, o projeto levou um total de 400 mil peças.

Rene Hoffmeister e Pascal Lenhard, dois dos 12 profissionais com reconhecimento e certificação da Lego, projetaram o modelo de 700 kg a partir de uma criação em 3D. O resultado? Mais de cinco metros de comprimento, quase dois de largura, para três de altura, com o teto escamoteável totalmente erguido.

LEIA MAIS: Batmóvel com mais de 340 mil peças de Lego aparece no Salão de Detroit

A Kombi de Lego, na geração produzida entre os anos de 1967 e 1971, é um dos modelos que mais levou os blocos durante a sua composição. Só para fazer os vidros, por exemplo, foram 20 mil deles.

Devido a dificuldade de achar tanta peça, e entre elas, algumas tão diferenciadas dos Legos mais comuns, os especialistas afirmam ter trabalhado inclusive nas madrugadas, pois quando não estavam procurando as peças, estariam montando o carro. Seja o Honda Civic Type R, seja a Kombi, e outros carros de lego, a busca pela perfeição é a grande chave para um projeto bem sucedido.

Fonte: IG Carros
Continue lendo

Carros e Motos

Começa a pré-venda do novo BMW i3, que tem 440 km de autonomia, diz fabricante

Publicado


BMW i3
Divulgação

O BMW i3 é construído em fibra de carbono e liga de alumínio para compensar o peso da bateria

Acaba de entrar em pré-venda o novo BMW i3 120Ah, que traz uma autonomia de até 440 km como um de seus maiores atributos. Além disso, o carro passa a ser oferecido na versão puramente elétrica (BEV), sem o extensor de autonomia a combustão. O compacto é vendido nas versões i3 BEV (R$ 205.950), i3 BEV Connected (R$ 229.950), e i3 REX Full (R$ 257.950).

LEIA MAIS: BMW revela detalhes dos elétricos iX3 e i4, ainda camuflados

Com o novo visual mostrado recentemente na Europa, o motor elétrico do BMW i3 desenvolve a partir de 170 cv e 25,6 kgfm, na configuração BEV. Com isso, chega aos 335 quilômetros de autonomia, até os 100 km/h em 7,3 segundos e à vekocidade máxima de 150 km/h. Os 440 km de autonomia pertencem à versão de topo REX Full, quando funciona junto ao motor à combustão, de 647 cc. No modo de condução puramente elétrico é de 290 km. Nesta versão, acelera até 100 km/h em 8,1 s e a velocidade máxima ainda é de 150 km/h.

Além dos números, um de seus maiores destaques é a plataforma. O i3 traz a tecnologia BMW LifeDrive, uma arquitetura exclusiva para carros elétricos cujo foco é segurança, baixo centro de gravidade e redução de peso. Tudo isso pensado para garantir a dirigibilidade padrão dos demais modelos da marca. O foco na otimização dos componentes gira em torno de onde eles são posicionados. Os motores são colocados sobre o eixo traseiro junto à transmissão, e as baterias de íons de lítio estão acomodadas embaixo do assoalho, entre os eixos.

Leia Também:  Veja 5 hatches aventureiros seminovos com preços até R$ 45 mil

LEIA MAIS: Flagra! BMW X1 renovado é visto antes da estreia, no segundo semestre

Apesar do novo visual, tem dimensões similares ao do antecessor. Ou seja, 4,01 m de comprimento, 1,77 m de largura, 1,59 m de altura e 2,57 m de distância entre-eixos. A capacidade do compartimento de bagagens é de 260 litros e, do tanque de combustível para a versão com extensor de autonomia, 9 litros.

Equipamentos


BMW i3
Divulgação

BMW i3 traz tecnologias de última geração, entre eles, equipamentos de conectividade e acabamento diferenciado

O i3 vem de série com rodas de liga leve de 19 polegadas, faróis full-LED, painel digital, ar-condicionado, central multimídia, seis airbags e mais. Utiliza ainda o sistema ConnectedDrive, com chamada de emergência inteligente, telemetria, e função que mostra onde estão os postos de recarga, como shoppings, supermercados, restaurantes, hotéis e postos de combustíveis.

LEIA MAIS: BMW Série 7 2020 é revelado por completo, após vazamento de imagens

A Versão BEV adiciona ar-condicionado automático digital, sistema de navegação por GPS com informações em tempo real, integração com Apple CarPlay, sensor de chuva, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, câmera de ré e parking assistant. Por fim, o modelo topo de linha REX traz teto solar, sistema de áudio surround Harman-Kardon, alerta de tráfego cruzado, aviso de saída de faixa e outras tecnologias automotivas .

Leia Também:  Veja como será a reciclagem de baterias com aumento da frota de carros elétricos

O novo BMW i3 já pode ser reservado nas concessionárias em cinco opções de cores externas, sendo duas de acabamento sólido (Branco Capparis e Black Fluid, ambas com detalhes em Azul BMWi), e três de acabamento metálico — Azul Imperial e Vermelho Melbourne, as duas com detalhes em Frozen Grey; e Cinza Mineral, com detalhes em Azul BMW i.

Fonte: IG Carros
Continue lendo
ouça ao vivo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana