SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=32644 LIMIT 1
O Documento - PSD PODE VETAR 4 DEPUTADOS

PSD PODE VETAR 4 DEPUTADOS

Ao renunciar a presidência do Conselho de Ética do PSD regional, o atual presidente da AMM (Associação Mato-grossense dos Municípios), Neurilan Fraga, dá pistas evidentes de uma guerra sangrenta que se avizinha entre o mandatário do partido, ex-vice-governador, Carlos Fávaro, e bancada estadual na Assembleia Legislativa. Fávaro quer levar o PSD para a oposição (Mauro Mendes ou Wellington Fagundes), enquanto os deputados estaduais (Nininho, Gilmar Fabris, Wagner Ramos e Pedro Satélite) vão tentar assegurar apoio à reeleição do atual governador, Pedro Taques (PSDB). Segundo fontes da coluna, o ex-vice já teria conquistado aval do ministro das Comunicações, Gilberto Kassab, dono da legenda, em nível nacional, para caminhar com a oposição a Taques, em Mato Grosso. Com isso, Fávaro ameaça acionar os deputados “rebeldes” no Conselho de Ética do PSD, inclusive, negando-lhes legenda, em caso de desobediência ao projeto do partido. “Para evitar dissabor e desgaste, preferi sair”, limitou-se Neurilan. 

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (54.221.75.68) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=32644 ORDER BY id DESC

Conteúdo relacionado

ISOLADO
NÃO MEXE
TAQUES PULA DO NINHO
NOVOS PESSELISTAS
MENOR ORÇAMENTO DO PAÍS
NA BRONCA
NOVO REGIME TRIBUTÁRIO