conecte-se conosco


Policia Federal

PF prende líder de organização criminosa em Bacabal/MA

Publicado

Natal/RN – A Polícia Federal, com apoio da Polícia Civil do Maranhão, prendeu no último sábado (13/4), em Bacabal/MA, o líder de uma organização criminosa, que atuava falsificando documentos de identidade com o objetivo de sacar indevidamente parcelas de seguro defeso de pescador artesanal.

As investigações tiveram seu início em janeiro, com a prisão em flagrante de cinco integrantes dessa organização criminosa, os quais continuam presos e respondem ação penal perante à 10ª Vara da Justiça Federal em Mossoró. A partir daí, a PF continuou a reunir provas contra o investigado, culminando com a expedição de mandados de busca a apreensão e de prisão preventiva pela Justiça Federal de Mossoró.

Segundo apurado, o envolvido era o destinatário principal dos recursos da fraude, que vinha sendo praticada tanto em Mossoró, quanto em pelo menos mais seis cidades de quatro diferentes estados da Federação: Grajau/MA, Chapadinha/MA, Belém/PA, Paulistana/PI, Fortaleza/CE e Limoeiro do Norte/CE, onde, em apenas três meses, também foram identificados saques ilegais praticados pelo grupo criminoso que alcançaram a cifra total de R$ 50 mil.

A organização tinha, em seu modus operandi, a produção em larga escala de documentos de identificação falsos, além de locar um imóvel que servia de base para a prática dos delitos, uma verdadeira casa de produção de papéis falsificados.

Os envolvidos responderão pelos crimes de estelionato, uso de documentos públicos falsos e integrar organização criminosa, cujas penas se somadas podem alcançar 19 anos de reclusão, além de multa.

O preso se encontra recolhido na cadeia pública de Bacabal, à disposição da Justiça.

 

Leia Também:  Polícia Federal deflagra Operação Cooper para combater comércio ilegal de eletrônicos

 

Fonte: Polícia Federal
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policia Federal

PF deflagra operação contra a extração e comércio ilegal de madeira na Amazônia

Publicado

Manaus/AM – A Polícia Federal, com apoio do Ministério Público Federal, deflagrou nesta manhã (25/4) a operação Arquimedes, com objetivo de desarticular esquema de corrupção responsável por extração ilegal de madeira na floresta amazônica. A operação investiga a corrupção entre servidores de órgão ambiental estadual, engenheiros ambientais, detentores de planos de manejo e proprietários de empresas madeireiras.

 Essa operação também marca o início da utilização de uma ferramenta tecnológica de imagens de satélite, que possibilita à Polícia Federal identificar novos focos de desmatamentos quase que diariamente, o que resultou numa melhor fiscalização e no aumento das ações in loco.

 Foram expedidos 23 mandados de prisão preventiva, seis de prisão temporária, 109 mandados de busca e apreensão cumpridos nos estados do AC, AM, MG, MT, PR, RO, RR, SP e no Distrito Federal, além da autorização de bloqueio de R$50 milhões nos CNPJ´s das empresas investigadas e outras 18 medidas cautelares.

 A PF atua em duas principais frentes de investigação criminal, por meio de dois Inquéritos Policiais: a primeira, sobre a extração, exploração e comércio ilegais de madeira; e, a segunda, sobre a corrupção entre servidores de órgão ambiental estadual, engenheiros ambientais, detentores de planos de manejo e proprietários de empresas madeireiras.

Leia Também:  PF investiga irregularidades em convênio firmado entre universidade e entidades em RS

 A operação já apreendeu em dezembro de 2017 mais de 400 contêineres no porto em Manaus, contendo aproximadamente 8.000 m³ de madeira em tora com documentação irregular, que pertenciam a mais de 60 empresas de madeira. A madeira tinha como destino o mercado doméstico e internacional, sendo 140 contêineres destinados à exportação para países da Europa, Ásia e América do Norte.

 Os investigados responderão, dentro das suas condutas, pelos crimes de falsidade ideológica no sistema DOF, falsidade documental nos processos de concessão e fiscalização de PMFS (Plano de Manejo Florestal Sustentável), extração e comércio ilegal de madeira, lavagem de bens, direitos e valores, corrupção ativa e passiva e de constituição de organização criminosa.

 

Haverá entrevista coletiva às 10h30, na Superintendência Regional da Polícia Federal, em Manaus/AM.

 

Fonte: Polícia Federal
Continue lendo

Policia Federal

PF combate exploração sexual infanto juvenil pela internet

Publicado

Belo Horizonte/MG – A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (24/4) a Operação Pega Pega II, para combater a veiculação de conteúdo de exploração sexual de crianças e adolescentes pela internet.

Foram cumpridos cinco mandados judiciais de busca e apreensão, todos expedidos pela 35ª Vara Federal de Belo Horizonte/MG. Os mandados foram cumpridos em Belo Horizonte, Ipatinga/MG e Santana do Paraíso/MG.

Dois homens, de 41 e 38 anos, residentes em Bolo Horizonte, foram presos em flagrante delito, enquanto compartilhavam material contendo pornografia infantil. Eles foram indiciados pelo crime previsto no art. 241-A do Estatuto da criança e do Adolescente, Lei nº 8.069/90, podendo cumprir até 6 anos de reclusão se condenados.

 

Fonte: Polícia Federal
Leia Também:  Operação combate fraudes na fabricação de cigarros em 5 estados e apura esquema bilionário de prejuízo ao erário
Continue lendo
ouça ao vivo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana