SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=24910 LIMIT 1
O Documento - Os políticos e os trabalhadores

WILSON FUÁ

Os políticos e os trabalhadores

Por: Wilson Fuá

Para os trabalhadores só existe um caminho para alcançar o “bem estar” para si e para a sua família, somente através do trabalho que ele caminha para frente. O dinheiro que lhe dá sustentação na vida vem através da sua labuta diária.  Mesmo tendo que trabalhar desde criança, ou mesmo passando necessidades a vida toda, ele tem a certeza que só trabalhando de forma justa e honesta, é que justificaria a sua existência neste mundo de privação.

Ao contrário, alguns políticos profissionais veem as suas atividades como um meio de prosperar e enriquecer, usam dos seus poderes para criar leis coorporativas com objetivo de legislar em benefício próprio, e entre esses benefícios estão os famosos “pendulicários”.  São leis que garantem a legalidade das Verbas Indenizatórias, que tem como objetivo: indenizar o que ainda não aconteceu e ao fim esses recursos públicos que deveriam ter a obrigatoriedade de “Prestações Contas”, pois são verbas públicas ficam desobrigadas;  mas, que são valores destinados e  transformados em complementações de salários, sem recolhimentos de Imposto de Renda na fonte.

Alguns políticos tem a garantia em receber a “aposentaria”, com pouco tempo de serviço, e que em muitas vezes vem em duplicidades, uma remontando sobre as outras, alguns políticos recebem até duas a três aposentadorias sem nenhum constrangimento.

Mas, por outro lado, os cidadãos honestos têm que trabalhar 35 anos e ficam nas filas da Previdência Social, tentando comprovar que trabalhou, mas não encontram os registros, pois algumas empresas onde eles  trabalharam não recolheram os encargos sociais, pois neste país, alguns empresários mais espertos que os políticos, aplicam os sistema da malandragem do  “troca-troca” da Razão Social e  substituem  CNPJ  continuadamente, para continuar ininterruptamente ludibriando os trabalhadores, e nas “barba das autoridades”, e assim a vida segue neste país da licenciosidade, onde os benefícios das leis não são feitas para todos.  O maior rombo da Previdência vem da “apropriação em debita”, e pelos valores não recolhidos  pela Iniciativa Privada, mas quem vai pagar na Reforma Previdenciária, será apenas os trabalhadores, que pela cabeça dos políticos tem que trabalhar até morrer.

Não é fácil para os trabalhadores renovarem as suas esperanças, pois a cada eleição, o quadro político vai piorando, e as promessas e mentiras das campanhas políticas, são jogadas na cara dos trabalhadores, mas os eleitores também são responsáveis, pois aceitam serem comprados pelos recursos da corrupção usados em  Caixa 2.  O importante continuar votando e saber escolher um candidato entre os canalhas, o que  aparentemente seja o menos canalha entre os canalhas, porque até hoje ainda não inventaram um sistema melhor que o democrático, e a melhor limpeza de todos os envolvidos, é não votar em candidatos que tem mandato, é eliminar através do seu voto a reeleição, assim será a grande limpeza exercida pelo seu voto.

Vejam que esses políticos têm as características incomuns, ou seja, tem a expressão de homens felizes e prósperos: 

1 - se apresentam com os sorrisos falsos embelezados com os dentes postiços de porcelanas;

2 -  tem com as suas caras “lambidas”, ornamentadas pelos  cabelos penteados para traz, realçando o cinismo;

3 -  muitos desses políticos, que viveram como artistas no filme do mensalinho,  mostraram as suas artes cinematográfica ao receber pacotes e mais pacotes de recursos roubados pelo Silval, venderam as suas honras e as suas dignidade, trocando a  missão de fiscalizar, ao receber o mensalinho para não fiscalizar, pois na política, infelizmente tudo foi piorando, e hoje a política está sendo exercidas por muitos políticos espertos, desonestos e  mentirosos.

Por outro lado, na vida dos trabalhadores não têm pendulicários, e os seus salários terminam no início do mês, na vida dos trabalhados não tem auxílios nenhum: nem de moradia, nem do paletó, nem do plano de saúde, nem da creche, nem dos combustíveis, nem das passagens, nem das férias de 02 meses por ano; mas vamos parar por aqui, pois a lista dos benefícios legalizados neste país são destinados apenas para alguns.         

Pendulicários é o maior desvio de recursos públicos legalizados no Brasil, e que nunca chegará aos bolsos dos trabalhadores, pois o teto salarial constitucional só vale para aqueles que não têm como legalizar o “engorda salários” conhecidos como pendulicários, e assim a vida seguem.

O que sobrou para os trabalhadores comemorar neste dia da independência?

NADA.                                

Economista Wilson Carlos Fuáh – É Especialista em   Recursos Humanos e Relações Sociais e Políticas.

Fale com o Autor: wilsonfua@gmail.com          

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (54.146.50.80) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=24910 ORDER BY id DESC