SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=29628 LIMIT 1
O Documento - Cinco cenários da sucessão estadual

ONOFRE RIBEIRO

Cinco cenários da sucessão estadual


Há um mês o cenário eleitoral pra 2018 em Mato Grosso era simples e direto. Hoje é muito mais complicado e promete complicar muito mais até o fim deste mês de março. Parecia claro: Pedro Taques pra reeleição, Blairo Maggi senador, Carlos Fávaro vice-governador. O mais giraria em torno da segunda vaga de senador e das suplências de ambos.
Hoje nada disso faz mais sentido. Vou tentar alinhar abaixo cinco possíveis cenários. Aviso, porém, que depois do dia 31 deste mês tudo poderá mudar.

CENÁRIO 1- Pedro Taques a governador. Carlos Fávaro, a vice-governador, Nilson Leitão e Jaime Campos a senador. Suplentes a discutir.

CENÁRIO 2 – Pedro Taques a governador. Carlos Fávaro e Nilson Leitão a senador. Suplentes a discutir

CENÁRIO 3 – Mauro Mendes a govenador, em oposição a Pedro Taques. Vice-governador em aberto por ora, Jaime Campos a senador. Suplentes a discutir

CENÁRIO 4 – Welinton Fagundes a governador. Aqui cabe especular se coligado com a chapa do DEM, de Mauro Mendes e Jaime Campos. Vice-governador e senadores e suplentes a discutir.

CENÁRIO 5 – Pedro Taques não viabilize a sua candidatura à reeleição. Oportunidade pra Carlos Fávaro disputar o governo e abrir a vaga de senador pra Pedro Taques. Tudo o mais a discutir.

No cenário 5, sem Pedro Taques disputando a reeleição abre-se espaço pra reaproximação entre o grupo do DEM. Nesse caso, vitória certa das chapas de governador e de senadores. Parece o cenário mais provável. Mas haverá outra reengenharia de nomes e posições na disputa.
Aqui não existem muitos influenciadores externos, tipo o agronegócio. Aliás, melhor articulado na eleição anterior, nesta está se fragmentando e perdendo o seu foco político que deveria ser inevitável.
Seria um pecado deixar que a Assembleia Legislativa, por exemplo, fosse articuladora no processo eleitoral. Em decadência, não tem credibilidade pra opinar. A bancada federal de deputados também distanciou-se das formulações pra 2018.
Os cenários deverão se construir a partir dos acima citados. 
Até porque, não existem muitos nomes com relevância.

Onofre Ribeiro é jornalista em Mato Grosso
onofreribeiro@onofreribeiro.com.br www.onofreribeiro.com.br

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (23.20.240.193) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=29628 ORDER BY id DESC