SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=23301 LIMIT 1
O Documento - Pesquisa aponta que cesta básica recuou 8,25% em Cuiabá nos últimos 12 meses

DEFLAÇÃO

Pesquisa aponta que cesta básica recuou 8,25% em Cuiabá nos últimos 12 meses

Por: Silvana Bazani, Especial para O Documento
Em junho, a cesta ficou cotada em R$ 395,23 na Capital mato-grossense, valor 1,81% abaixo de maio
Em junho, a cesta ficou cotada em R$ 395,23 na Capital mato-grossense, valor 1,81% abaixo de maio
Foto de Odoc

O custo dos alimentos básicos diminuiu em 16 das 27 capitais brasileiras no primeiro semestre deste ano. Cuiabá figura entre elas e se destaca pela redução acumulada no período de 7,27% no valor da cesta básica. Em junho, a cesta ficou cotada em R$ 395,23 na Capital mato-grossense, valor 1,81% abaixo de maio. Nos últimos 12 meses, a redução chega a 8,25%, segundo pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Entre maio e junho, houve diminuição do valor médio dos seguintes produtos: tomate (-18,24%), banana (-10,87%), arroz agulhinha (-4,40%), açúcar cristal (-3,63%), óleo de soja (-3,20%), batata (-2,27%), pão francês (-0,41%) e carne bovina de primeira (-0,33%). As altas foram anotadas para feijão carioca ( 27,66%), manteiga (1,70%), leite integral (1,06%e café em pó (0,46%). O preço da farinha de trigo não variou.

Em 12 meses, 9 produtos tiveram taxa acumulada negativa: batata (-51,99%), feijão carioca (-40,48%), tomate (-12,21%), arroz agulhinha (-11,37%), farinha de trigo (-7,82%), óleo de soja (-5,99%), açúcar cristal (-2,85%), pão francês (-1,31%) e carne bovina de primeira (-1,30%. Outros quatro produtos acumularam alta: manteiga (38,24%), café em pó (18,61%), leite integral (1,59%) e banana (0,41%).

Impacto na renda - Em junho de 2017, o custo da cesta em Cuiabá comprometeu 45,85% do salário mínimo líquido (após os descontos previdenciários). Em maio, o percentual exigido foi de 53,24%. Já em junho de 2016, o comprometimento foi de 53,21% do salário mínimo, aponta o Dieese.

O trabalhador cuiabano cuja remuneração equivale ao salário mínimo (R$ 937) necessitou cumprir jornada de trabalho, em junho, de 92 horas e 48 minutos, menor que a de maio, de 94 horas e 31minutos. Em junho de 2016, a jornada ficou em 107 horas e 42 minutos. 

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (54.162.166.214) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=23301 ORDER BY id DESC