SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=35338 LIMIT 1
O Documento - Desenvolve MT recebe mais R$ 3,5 milhões para financiar turismo

FUNDO

Desenvolve MT recebe mais R$ 3,5 milhões para financiar turismo

Por: Da Redação
Valor dará oportunidade para que pequenos e micros empresários tenham acesso à linha de crédito exclusiva para o desenvolvimento do turismo no Estado
Valor dará oportunidade para que pequenos e micros empresários tenham acesso à linha de crédito exclusiva para o desenvolvimento do turismo no Estado

O Ministério do Turismo (MTur) repassou mais R$ 3,5 milhões para a Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso - Desenvolve MT. O valor é referente ao Fundo Geral de Turismo (Fungetur) e dará oportunidade para que pequenos e micros empresários tenham acesso à linha de crédito exclusiva para o desenvolvimento do turismo no Estado.

Atualmente, tramitam na instituição financeira, 19 propostas de financiamento para micro e pequenas empresas, como hotéis, pousadas, restaurantes, agências de viagens e locadora de veículos. No total, os projetos somam R$ 5,4 milhões, sendo que o orçamento da Agência segundo a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2018 é de R$ 5 milhões.

De acordo com o secretário Nacional de Estruturação do Turismo, José Antônio Parente, este é um recurso barato com juros menores que os do mercado. “A Desenvolve MT foi um dos bancos que conseguiu atingir a meta. A perspectiva é de que o Estado receba mais de R$ 20 milhões para financiar o desenvolvimento do turismo em 2019”, revelou.  

Foi o que aconteceu especialmente em Nobres neste ano. A partir do momento em que a Desenvolve MT conseguiu obter outras garantias que não necessariamente o direito de posse de terra, as coisas começaram a mudar no Distrito de Bom Jardim, onde concentra-se a maior parte dos atrativos turísticos do Município. Isso se deve ao fato do local ter surgido fruto de um assentamento de reforma agrária.

“O Fungetur vem atendendo todas as expectativas; os resultados alcançados em menos de nove meses mostram que a linha de crédito é um recurso atrativo para os empresários que pretendem gerar novos negócios e mais empregos nos municípios. Através do recurso, queremos estimular mais empresas a buscarem financiamento para seus projetos de turismo”, comentou José Adolpho, presidente da Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso – Desenvolve MT. 

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (54.80.87.166) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=35338 ORDER BY id DESC
  • 0
    0
    Autor:
    Meu amigo Emílio, Que legal essa nota A DESENVOLVE MT tem seu teto de valores para financiamentos na LOA ,e conforme matéria de 5.5 milhões /ano E custa 7.5 milhões/ano. Eu esgoelei ao dizer isso ao Mauro. Ele vai extingui 7 numa só canetada, para não ficar entupindo o Diário Oficial Essas e outras como ; CEASA -SEDER- MTPAR - MTGÁS Etc. Essas tetas levou esse desgovernador a uma derrota acachapante e vergonhosa. Tem outra ,nessas autarquias eles inventaram outro "MODUS OPERANDI " para pilhar os recursos públicos. Todas elas pagam GETOM para seus conselheiros, que são os secretários de estados Ex; Suelme, Marioneide, Leopoldo, Gallo Baltazr Ulrich, Etc ( esse ultimo Ulrich, ele recebe como Conselheiro da própria CEASA ) esta que não existe de fato ou fisicamente, apenas para cabide de empregos Chega a ser Hilariante A MT PAR por exemplo não serve a nada para o estado,. Mais vai servir apenas para renovar (ou tentar) o hotel águas quentes para o Ex secretario derrotado Luis Carlos Nigro. Montaram uma marmotagem para esse processo, criaram um decreto estadual, MIP onde descaracterizou a licitação de concessão e passou um verniz fajuto de legalidade . E uma coisa já estruturada, já construída agora passou a ser uma PPP , e assim tirou a concessão publica da lei Nacional de Concessões, para um simples decreto estadual, bem ao gosto do cliente psdebista. Agora o o mesmo (cliente ), ficará com a concessão por mais 20 anos. Dei a ideia ao Governador, sai dia 30 Outubro e diz que vai tratar de saúde, pois se ficar muito mais, pode sair preso. Com as novas tendencias politicas, esse será o pior governo que MT já teve, e até parece comico dizer, mais já tem 2 frase sendo ditas no estado - To com saudade do Slval - Era feliz e não sabia