SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=26475 LIMIT 1
O Documento - Temer tira Daiello e nomeia Segóvia como diretor-geral da PF

NOVO COMANDO

Temer tira Daiello e nomeia Segóvia como diretor-geral da PF

Por: G1
O delegado Fernando Segóvia, novo diretor-geral da Polícia Federal
O delegado Fernando Segóvia, novo diretor-geral da Polícia Federal
Foto de Reprodução

O presidente Michel Temer decidiu nomear o delegado Fernando Segóvia para diretor-geral da Polícia Federal no lugar de Leandro Daiello. Nesta quarta-feira (8), o presidente, Segóvia e o ministro da Justiça, Torquato Jardim (ao qual a PF é subordinada), se reuniram no Palácio do Planalto.

Fernando Segóvia tem 22 anos de carreira na Polícia Federal e pertenceu a um grupamento de elite da corporação, o Comando de Operações Táticas (COT). Foi superintendente da PF no Maranhão, adido policial na África do Sul e coordenador, pela PF, da Campanha do Desarmamento.

Em entrevista à jornalista Natuza Nery, comentarista da GloboNews, Segóvia afirmou que dará "continuidade ao belíssimo trabalho de Leandro Daiello à frente da Polícia Federal". Ele também prometeu "ampliar" as atividades da Operação Lava Jato e disse que quer ampliar a parceria com a procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Leandro Daiello está no cargo desde 2011, quando assumiu o posto a convte do então ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo no governo Dilma Rousseff. Depois de Cardozo, passaram pelo Ministério da Justiça Eugênio Aragão, Alexandre de Moraes e Osmar Serraglio, além do atual, Torquato Jardim – todos mantiveram Daiello no posto.

Daiello é o segundo diretor-geral que mais tempo permaneceu no cargo (seis anos e dez meses, entre 2011 e 2017) – só ficou menos que Moacyr Coelho (11 anos, entre 1974 e 1985). Ele esteve à frente da PF durante a Operação Lava Jato.

De acordo com a colunista do G1 Andréia Sadi, o ex-presidente da República José Sarney fez lobby junto a Temer pelo nome de Segóvia. Segundo a colunista, Sarney conversou com o presidente sobre o assunto no final de semana do dia 17 de setembro, quando foi recebido no Palácio do Jaburu.

 

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (54.81.139.56) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=26475 ORDER BY id DESC