SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=20056 LIMIT 1
O Documento - Tony Ramos pode deixar propagandas da Friboi após operação da PF

ALVO DA PF

Tony Ramos pode deixar propagandas da Friboi após operação da PF

Por: EGO
Ator Tony Ramos, em um dos comerciais da Friboi
Ator Tony Ramos, em um dos comerciais da Friboi
Foto de Reprodução

Tony Ramos recebeu com surpresa a informação de que a Polícia Federal realiza nesta sexta-feira, 17, uma operação - batizada de "Carne Fraca" - que apura o envolvimento de fiscais do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) em um esquema de liberação de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos. De acordo com o G1, as investigações chegaram às principais empresas do setor, como a BRF Brasil, que controla marcas como Sadia e Perdigão, e também a JBS, que detém a Friboi, Seara, Swift, entre outras marcas.

"Estou surpreso com essa notícia. Eu sou apenas contratado pela empresa de publicidade, não tenho nenhum contato com JBS", afirmou o ator que é garoto propaganda da Friboi. 

Tony disse ainda que acredita na boa qualidade dos produtos que já fez campanhas publicitárias. "Não sou técnico no assunto que a Polícia Federal está fazendo a ação, mas existe um controle em todas as embalagens, existe um código de barras que as pessoas podem acompanhar a qualidade e a validade", disse ao EGO. "Eu já visitei uma das fábricas, continuo comprando os produtos Friboi, eu tenho carnes deles agora no meu freezer e uso nos meus churrascos do fim de semana".

'Quero mais detalhes'

Apesar disso, Tony afirmou que vai entrar em contato com a empresa que o contratou para saber mais detalhes sobre o caso. "Eu espero que se apure a verdade, eles tem o direito das minhas imagens. Não sei se faria novamente, se eles forem inocentados dos erros que estão sendo acusados, eu faria. Eu vou checar essa informação imediatamente", garantiu.

A operação

Segundo o G1, a PF cumpre 309 mandados judiciais em seis estados e no Distrito Federal. A operação, batizada de "Carne Fraca", apura o envolvimento de fiscais do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) em um esquema de liberação de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos. A polícia diz que essa é a maior operação já realizada pela PF no país. 

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (54.162.136.26) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=20056 ORDER BY id DESC