SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=36890 LIMIT 1
O Documento - MPF acompanha relatório do TRE e pede reprovação das contas de deputado eleito

NELSON BARBUDO

MPF acompanha relatório do TRE e pede reprovação das contas de deputado eleito

Por: Da Redação
Parecer aponta várias irregularidades na prestação de contas de Nelson Barbudo
Parecer aponta várias irregularidades na prestação de contas de Nelson Barbudo
Foto de Reprodução/Facebook

O Ministério Público Federal (MPF) pediu a reprovação das contas do deputado federal eleito por Mato Grosso, Nelson Barbudo (PSL). Ele foi eleito com 126,2 mil votos e é acusado de diversas irregularidades, entre elas, falhas na prestação de contas de doações recebidas durante a campanha dentro do prazo previsto na legislação eleitoral e omissão de receitas estimáveis em dinheiro quanto à doação de serviços de militância. O pedido de reprovação foi assinado pelo procurador regional eleitoral Pedro Melo Pouchain Ribeiro no último dia 5.

Parecer emitido um dias antes pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) e assinado pela examinadora de contas do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), Greice Cristiane Carvalho Nunes Gasparoto, também pediu a reprovação das contas. 

Entre as irregularidades financeiras estão a aquisição de 3,3 milhões santinhos, 17,9 mil adesivos e 60 bandeiras para que 17 pessoas contratadas, além de seis que doaram o serviço de mão de obra, distribuíssem todo o material.

“Precisamente, foram confeccionados 3.351.000 (três milhões, trezentos e cinquenta e um mil) santinhos, 17.980 (dezessete mil, novecentos e oitenta) adesivos e 60 (sessenta) bandeiras, enquanto foram contratadas apenas 17 pessoas para a campanha, acrescida de outras 06 pessoas que doaram seus serviços (incluídos os serviços de contabilidade e jurídico da campanha)”, diz trecho do documento.

A defesa de Barbudo alegou que o material foi impresso equivocadamente e tem mais de um milhão de santinhos em sua posse, que não foram entregues, porém, o procurador argumenta que, “ainda que se leve em consideração a justificativa dada pelo deputado federal eleito de que 1 milhão de santinhos não foram utilizados, ainda assim, haveria uma improvável média, por pessoa, de 1.703 santinhos distribuídos ao dia”.

 

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (54.146.206.127) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=36890 ORDER BY id DESC
  • 0
    1
    Autor:
    A era de deixar em paz ficou para trás... Barbudo ou sem barba toma pau se fizer errado!
  • 0
    3
    Autor:
    Deixem o cara em.paz, deve ter.acontecido equívocos em.telacao a.prestacao de contas. Ele não tem esperteza pra essas coisas como muitos por aí tem. O cara tá comecando agora, faltou contador pra auxilia-lo, o homem e inocente de tudo vai pegar a.malicia agora estando na função.