SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=21050 LIMIT 1
O Documento - Geração de emprego aumenta no Estado no 1º trimestre; agropecuária lidera

MATO GROSSO

Geração de emprego aumenta no Estado no 1º trimestre; agropecuária lidera

Por: Silvana Bazani
Fonte: Especial para o Documento
Agropecuária é o setor que mais emprega e abriu 4,802 mil novos postos de trabalho em todo o Estado durante os 3 primeiros meses deste ano
Agropecuária é o setor que mais emprega e abriu 4,802 mil novos postos de trabalho em todo o Estado durante os 3 primeiros meses deste ano

O mercado de trabalho mato-grossense ofertou 8,932 mil novas vagas no 1º trimestre deste ano. O saldo positivo é superior em 20,34% ao total de vagas abertas no mesmo período do ano passado, quando foram criadas 7,422 mil novas oportunidades de trabalho.

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), foram realizadas 94,159 mil admissões e 85,227 mil desligamentos de janeiro a março deste ano no Estado e que resulta no saldo positivo de 8,932 mil vagas.

Entre as atividades econômicas, a agropecuária é o setor que mais emprega e abriu 4,802 mil novos postos de trabalho em todo o Estado durante os 3 primeiros meses deste ano. O setor de serviços também retomou as contratações ao gerar 3,560 mil novas vagas de trabalho. Outros segmentos com acréscimo nas admissões foram a indústria de transformação, com 1,485 mil vagas, a indústria extrativa mineral (121 vagas) e o serviço público (92 vagas).

As demissões superaram as contratações nos setores da construção civil e no comércio mato-grossense. Respectivamente, os saldos foram negativos em 820 vagas e 338 vagas, segundo o Caged.

Março – No mês de março o saldo de emprego ficou negativo em Mato Grosso com 5,727 mil demissões acima do número de admissões. Já em março de 2016 os cortes haviam superado as contratações, quando o saldo de emprego ficou negativo em 3,952 mil vagas no Estado. Em todo o país foram extintas 63,624 mil vagas de emprego formal no mês passado. Apesar do saldo negativo, houve desaceleração nas demissões, considerando que em março de 2016 foram eliminados 118 mil postos de trabalho. 

 

 

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (54.162.60.75) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=21050 ORDER BY id DESC