SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=36067 LIMIT 1
O Documento - Ex-secretário fecha acordo de delação sobre esquema de propina na gestão Silval

SODOMA 5

Ex-secretário fecha acordo de delação sobre esquema de propina na gestão Silval

Por: Da Redação
Esquema envolvia recebimento de propina de empresários que queriam fechar contratos com o governo estadual
Esquema envolvia recebimento de propina de empresários que queriam fechar contratos com o governo estadual

O ex-secretário adjunto de Transportes e Pavimentação Urbana (Septu), Valdísio Viriato, fechou acordo de delação premiada com o Ministério Público Estadual (MPF) no âmbito da 5ª fase da “Operação Sodoma”.

A ação penal apura suposto esquema que teria causado prejuízo de R$ 8,1 milhões aos cofres do Estado, entre 2011 e 2014, durante o Governo Silval Barbosa por meio da exigência de propina dos sócios do Auto Posto Marmeleiro e da Saga Comércio e Serviço de Tecnologia e Informática Ltda, em troca de contratos com o Estado. As licitações eram fraudadas e os valores pagos eram superfaturados em favor das empresas.

Parte dos valores teria sido usada para pagamento de dívidas de campanha de 2012 do então candidato a prefeito de Cuiabá, Lúdio Cabral (PT), e seu vice na época, Francisco Faiad (PMDB).

Devido ao acordo de colaboração com a Justiça, Viriato solicitou ao juiz Jorge Luiz Tadeu Rodrigues a dispensa das testemunhas arroladas na ação penal, o que foi acatado pelo magistrado. “O acusado comparecerá perante este juízo para ser interrogado no dia designado. Requereu, ainda, a homologação da desistência das testemunhas arroladas na resposta à acusação. Homologo desde já desistência da oitiva das testemunhas por ele arroladas, e em consequência, cancelo a audiência designada para o dia 04 de dezembro de 2018 às fls. 13:30 horas”, diz trecho da decisão. Com a dispensa, Valdísio Viriato será interrogado no dia 12 de dezembro.

Além de Viriato, são réus na ação penal da Sodoma 5, o ex-governador Silval Barbosa; os ex-secretários de Estado Francisco Faiad, Cesar Zílio e Pedro Elias; o ex-chefe de gabinete de Silval, Silvio Cesar Corrêa Araújo; o ex-secretário adjunto de Administração, José de Jesus Nunes Cordeiro; os empresários Juliano Cezar Volpato e Edézio Corrêa; e os ex-servidores da Secretaria de Transportes, Alaor Alves Zeferino de Paula e Diego Pereira Marconi.

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (54.221.75.115) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=36067 ORDER BY id DESC