SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=18613 LIMIT 1
O Documento - De férias em MT, José Medeiros reafirma candidatura à presidência do Senado

NO PÁREO

De férias em MT, José Medeiros reafirma candidatura à presidência do Senado

Por: Luiz Esmael

Foto de Reprodução

De férias em Rondonópolis em função do recesso parlamentar em Brasília, o senador mato-grossense José Medeiros (PSD) reafirmou nesta quarta-feira (11) sua disposição em disputar a presidência do Senado Federal no próximo dia 2 de fevereiro. Vice-líder de Michel Temer (PMDB) no Congresso Nacional, ele se articula nos bastidores para ganhar mais simpatizantes ao seu projeto.

No próximo dia 20 de janeiro, Medeiros retorna a capital Federal no sentido de intensificar a articulação junto aos seus colegas. Se manter a candidatura até ao fim, o mato-grossense disputará à sucessão do atual presidente, senador Renan Calheiros (PMDB), com o também peemedebista Eunício de Oliveira (CE), que foi ex-ministro da Comunicação no governo da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Ao demonstrar disposição para a disputa interna, José Medeiros já vem sofrendo assédio dos poderosos do senado, uma vez que Eunício de Oliveira, além de ser do PMDB, maior bancada do Senado Federal, tem a simpatia e o apoio declarado de Renan Calheiros, que tem interesse em fazer seu sucessor. Fora isso, Medeiros e Oliveira são da base de sustentação de Temer. O temor do chefe do Palácio do Planalto é que base rache com a disputa, já que trata de apenas 81 senadores/votantes, um colégio eleitoral pequeno em relação à Câmara Federal, que tem 513 parlamentares.

Em função disso e para evitar dissidência na sua base, Michel Temer já telefonou para José Medeiros o convocando para uma reunião em Brasília. Nos bastidores, comenta-se que o presidente pode aconselhar Medeiros a desistir e abrir caminho para eleição de Eunício de Oliveira. Vale ressaltar que José Medeiros se tornou senador efetivo com eleição de Pedro Taques ao governo do Estado nas eleições gerais de 2014. Está no cargo desde início de 2015.

 

 

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (184.73.72.65) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=18613 ORDER BY id DESC
  • 0
    0
    Autor: ALZITE
    Esse senador com kI abaixo da média, jamais vai ser presidente do senado. Ele é incapaz de presidir até brigas de galo. Deus jamais vai deixar tamanho desastre acontecer ´pois seria o caos para o Brasil. Talvez ele tenha perfil para presidente de algum bairro de periferia, nada mais que isso!
  • 0
    0
    Autor:
    Senador, esse e um pecimo representante para estado de MatoGrosso , lamentavel