SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=26627 LIMIT 1
O Documento - Campos Neto é eleito presidente e diz que trabalho fará o TCE superar crise

EFETIVADO

Campos Neto é eleito presidente e diz que trabalho fará o TCE superar crise

Por: Da Redação
Conselheiro foi eleito presidente para o biênio 2018/2019
Conselheiro foi eleito presidente para o biênio 2018/2019

O conselheiro Gonçalo Domingos de Campos Neto foi eleito presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), na manhã desta terça-feira (14) para o biênio 2018/2019. Ele já ocupava a presidência do TCE desde setembro, quando cinco conselheiros foram afastados após a deflagração da Operação Malebolge, da Polícia Federal. Os cinco conselheiros afastados foram: José Carlos Novelli, Waldir Teis, Antonio Joaquim, Sérgio Ricardo e Valter Albano, todos citados na delação do ex-governador Silval Barbosa, acusados de receberem R$ 53 milhões em propina para não apontarem irregularidades nas contas do programa de pavimentação MT Integrado e da Copa do Mundo.

Também foram eleitos como membros da Mesa Diretora o conselheiro Luis Henrique Lima, como vice-presidente interino e como corregedor interino, o conselheiro Isaias Lopes da Cunha. “Gostaria de agradecer aos conselheiros interinos pela confiança. O apoio dos senhores é imprescindível para o bom desempenho da Mesa Diretora e do TCE. Já estamos há dois meses em substituição legal. Manteremos o mesmo ritmo de trabalho, seguindo nosso planejamento estratégico e fiscalizando as contas públicas”, afirmou em conversa com jornalistas logo após a eleição. 

O novo presidente evitou fazer algum comentário com o atual momento em que vive o TCE por conta dos conselheiros afastados. “Vamos aguardar esse tempo. Enfrentar essa situação requer muita serenidade, calma e trabalho. Só o trabalho vai mostrar que o TCE é capaz de superar qualquer crise. Teremos muito trabalho pela frente. Essa consciência nos exigirá um trabalho humilde para que tudo transcorra com a devida serenidade”, assinalou.

Disse ainda que vai procurar manter um relacionamento harmonioso com outros Poderes e que o momento é de “paciência” para enfrentar o cenário de crise financeira devido ao atraso no repasse de duodécimo, feito pelo Governo do Estado. “Teremos paciência e saberemos entender o melhor momento. Buscaremos sempre o dialogo para manter o bom relacionamento com o Governo. Com garra, determinação e a união de todos os conselheiros e servidores, vamos fazer um bom trabalho”, declarou.

Campos Neto é filho do falecido conselheiro Ary Leite de Campos e ocupa o cargo de conselheiro há oito anos. Tem 43 anos e é formado em Administração com Ênfase em Análise de Sistema. Foi eleito vereador por Várzea Grande em 1996 e deputado estadual por três mandatos (2000, 2002 e 2006).

 

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (54.225.36.143) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=26627 ORDER BY id DESC