SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=22325 LIMIT 1
O Documento - Assembleia vai devolver R$ 80 milhões do Orçamento para serem aplicados na Saúde

EMERGENCIAL

Assembleia vai devolver R$ 80 milhões do Orçamento para serem aplicados na Saúde

Por: Luiz Esmael
Fonte: Reportagem Local
Afirmação foi feita pelo deputado Gilmar Fabris, na manhã desta sexta-feira
Afirmação foi feita pelo deputado Gilmar Fabris, na manhã desta sexta-feira

Da base aliada do governador Pedro Taques (PSDB), o deputado estadual Gilmar Fabris (PSDB), afirmou na manhã desta quinta-feira (02), em entrevista à rádio CBN Cuiabá, que até sexta-feira (2), o governo quitará a atual dívida da Saúde, que estava orçada em R$ 162 milhões. Este valor precisa ser repassado aos hospitais regionais, filantrópicos e aos 141 municípios de todo o Estado. Na última sexta-feira (26), o governou destinou R$ 70 milhões como medida de emergência para diminuir o déficit e deve quitar o passivo de R$ 92 milhões até amanhã. 

Segundo Fabris, com o acerto com as unidades da saúde, os atendimentos vão ser reestabelecidos o quanto antes. Contudo, o parlamentar ressalta que o problema não é só quitar a atual dívida, mas qual fonte que manterá o setor, considerado o ‘calcanhar de aquiles’ na atual administração. “Precisamos urgentemente criar a alternativa para a manutenção da saúde em todo o Estado. Os recursos são pequenos e as demandas são maiores, grandes. Estamos analisando de onde sairá o dinheiro para este setor. Não sabemos ainda se será dos Poderes, do Fethab, do governo. Precisamos é encontrar uma saída para estancar esta crise”, disse Fabris, ressaltando que a Assembleia Legislativa já se comprometeu em devolver R$ 80 milhões de sobra do Orçamento da Casa, para serem aplicados no setor.

Membro da equipe que analisa números do governo do Estado, o deputado estadual Adriano Silva (PSB) reafirma o compromisso do governador Pedro Taques em pagar até amanhã o restante da dívida aos hospitais regionais, filantrópicos e aos municípios, que estavam há dez meses sem receber repasse. Segundo o parlamentar, repassando o valor em atraso, o desafio é encontrar a saída para financiar este setor para evitar este tipo de problema, o qual as unidades deixaram de atender pacientes em todo o Estado por falta de recurso.

Para Adriano Silva, uma das alternativas e a mais viável, será retirar verba do Fethab dos comodites, que é o dinheiro destinado a financiar a infraestrutura de Mato Grosso como pavimentação. Mas o agronegócio, composto pela cadeia produtiva do Estado, é contrário a retirada do dinheiro para bancar a saúde. A contrapartida viria com ajuda dos Poderes como o próprio governo do Estado, Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas do Estado e Ministério Público Estadual.

 

 

 

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (54.80.219.137) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=22325 ORDER BY id DESC