SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=36778 LIMIT 1
O Documento - Polícia Civil incinera mais de duas toneladas de entorpecentes

CUIABÁ

Polícia Civil incinera mais de duas toneladas de entorpecentes

Por: Da Redação
Foram incinerados maconha, pasta base de cocaína e drogas sintéticas
Foram incinerados maconha, pasta base de cocaína e drogas sintéticas
Foto de PJC-MT

A Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Polícia Judiciária Civil realizou a incineração de quase duas toneladas e meia de drogas, na manhã desta quarta-feira (5) em Cuiabá.

Os entorpecentes, divididos em maconha, pasta base de cocaína e drogas sintéticas, foram destruídos na fornalha de uma fábrica de estocagem de grãos, localizada na rodovia dos Imigrantes, bairro Distrito Industrial.

De acordo com o delegado titular da DRE, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, as duas toneladas e meia de entorpecente foram apreendidas durante o segundo semestre de 2018, especialmente em operações policiais realizadas pela unidade especializada.

Essa é a segunda incineração do ano. Em maio, mais de duas toneladas foram incineradas pela DRE. Geralmente as incinerações são realizadas uma vez ao ano, no entanto, em razão da grande quantidade de entorpecentes apreendida no segundo semestre foi necessária outro ato de incineração.

O delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira explica que a metodologia de trabalho da DRE é dividida em duas vertentes de combate ao tráfico de drogas. Uma com foco no enfrentamento ao tráfico interestadual que envolve grandes carregamentos de drogas vindos do Estado de Mato Grosso do Sul (MS) e da fronteira com a Bolívia.

Acompanharam o ato de incineração os policiais civis da DRE, da Gerência de Operações Especiais (GOE), representantes da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), OAB-MT, Polícia Militar, Polícia Federal, Ministério Publico Estadual, Autoridade Judiciária da Vara Criminal de Cuiabá, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Delegado Geral da PJC, Fernando Vasco Spinelli Pigozzi.

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (34.228.41.66) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=36778 ORDER BY id DESC