SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=32710 LIMIT 1
O Documento - Pai de bebê indígena diz a policia que pretende criá-la

ENTERRADA VIVA

Pai de bebê indígena diz a policia que pretende criá-la

Por: Da Redação
Em depoimento à Polícia Civil, pai disse que não sabia da gestação
Em depoimento à Polícia Civil, pai disse que não sabia da gestação

O pai da bebê indígena, que foi resgatada após ser enterrada viva em Canarana (838 km de Cuiabá, informou em depoimento a Policia Civil que quer ficar com a criança.

A recém-nascida que foi encontrada por policiais e passou seis horas debaixo da terra, recebeu alta na segunda-feira (9) do hospital Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, onde estava internada em uma UTI desde o dia 6 de junho.

“Ele informou que não sabia que a menina estava grávida e soube do caso pelas redes sociais. Disse também que tem interesse em ficar com a criança”, afirmou o delegado Deuel Paixão de Santana.

Ele é indígena da etnia Trumai, foi localizado pela Fundação Nacional do Índio (Funai) e levado à delegacia durante a investigação. É maior de idade mora em uma aldeia em Gaúcha do Norte (595 km de Cuiabá). 

A direção do hospital porém, aguarda um posicionamento da Promotoria de Justiça para encaminhar a menina. A recém-nascida foi enterrada viva pela avó e bisavó, no quintal logo após o nascimento. A avó do bebê, Tapoalu Kamayura, de 33 anos, e a mãe dela, Kutsamin Kamayura, de 57 anos, foram presas e teriam premeditado o crime. A mãe da bebê é uma adolescente de 15 anos. Kutsamin e alegou à polícia que enterrou a menina por acreditar que ela estivesse morta.

 

 

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (54.198.52.82) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=32710 ORDER BY id DESC