SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=27213 LIMIT 1
O Documento - Praça Alencastro, a pioneira de Cuiabá!

RESGATE HISTÓRICO

Praça Alencastro, a pioneira de Cuiabá!

Por: Ubiratã Nascentes Alves - Membro da AML/Cadeira nº 01 - Especial para O Documento
A quase tricentenária Praça Alencastro, primeira da Capital
A quase tricentenária Praça Alencastro, primeira da Capital
Foto de Arq - Odoc

A singular, hoje denominada Praça Alencastro, possui uma longa e bela história, foi palco de um prazeiroso cotidiano, testemunhou memoráveis decisões e célebres comemorações tanto da cidade como do Estado. Inicialmente Largo do Palácio, sediou desde o limiar do século XIX, no ano de 1805 as primeiras touradas, uma das poucas opções de lazer tal como a Festa do Divino, outras de cunho religioso casamentos e batizados. Era empregado o nome "Largo" muito apropriadamente, pois nesse período era apenas um espaço sem outras benfeitorias.

"Largo" do Palácio Alencastro, primeiros anos século XIX
"Largo" do Palácio Alencastro, primeiros anos século XIX
Foto de Arq - Odoc

A situação começa a evoluir quando o Tenente General Francisco de Paula Magessi de Carvalho,  último governante do período colonial, depois 1º Barão de Vila Bela, no primeiro centenário de Cuiabá, já então cidade - 1819, adquiriu por 1?440$000 – um conto quatrocentos e quarenta mil réis o imóvel do Palácio do Governo. Tornou-se o centro nervoso das ações políticas da então Capitania de Mato Grosso, polarizando uma destacada vizinhança formada a seu entorno. Gerou algo como um primeiro CPA, ao estilo da época colonial ... Pelo lado direito ficava a Delegacia Fiscal do Tesouro Nacional, e no esquerdo o Quartel do 7º Distrito Militar, onde posteriormente funcionou o telégrafo Nacional. Em frente, n’outro lado – hoje rua Pedro Celestino, ficavam as instalações da Intendência Municipal, depois Prefeitura Municipal em imóvel construído em 1810. Tratava-se de um modesto sobrado que atravessou duas reformas e ampliações, a primeira antes da Guerra do Paraguai a segunda em 1897.

Os Alencastros foram três Governadores da Província sendo interessante discriminá-los O primeiro, Antônio Pedro de Alencastro, foi presidente de setembro 1834 até janeiro de 1836; o segundo,Tenente-Coronel Antônio Pedro de Alencastro inicia em outubro de 1859 se afastou em fevereiro de 1862. Finalmente o terceiro ... Coronel José Maria Alencastro de maio de 1881 até março de 1883, este o realizador da obra que leva seu nome, Jardim Alencastro. Oportuno registrar que o governador sofreu uma grande resistência por realizar a obra, sendo aproveitado o metal das espingardas empregadas na guerra do Paraguai para a construir o guardil que cercava o novo logradouro. Lembra o príncipe dos nossos historiadores, Estevão de Mendonça? "Evoco um acontecimento que teve grande projeção na nossa vida social? a inauguração, em 28 de setembro de 1882, do primeiro jardim público que se construiu em Cuiabá. Alcancei ainda o imenso ‘fedegosal’ que tomava conta do largo do Palácio, cortado apenas por dois caminhos transversais."


Foto de Arq - Odoc

Durante a gestão dos Alencastros em decisões provindas das circundantes hostes palacianas, instalaram a Assembléia Legislativa Provincial em 1834, transferiram a capital de Vila Bela da Santíssima Trindade para Cuiabá também no ano 1834, em 1835 foi criado a célula mater da Polícia Militar - Homens do Mato, implantaram em 1882 o primeiro serviço de fornecimento de água, e construiram o Quartel da Força Pública ainda em 1882 –  1º Batalhão Queiroz.

Durante a gestão Intendente Municipal – Prefeito, Coronel Avelino Antônio de Siqueira em 1903, o Jardim recebeu um chafariz e coreto, vindos de Hamburgo - Alemanha, atrações que propiciaram enorme salto. Pouco mais tarde, no ano de 1909 foi inaugurado nova iluminação à base de gás acetileno que representou avanço considerável, substituindo o método anterior que utilizava óleo de lambari. Ainda, para abastecimento erigiram na praça um gasômetro, próximo da Joaquim Murtinho com Getúlio Vargas. Este sistema operou até o ano de 1926. Nessa mesma esquina mais tarde em 1939 iniciaram as obras para a construção da Agência do Banco do Brasil.

Os aspectos botânicos bem o caracterizavam como um jardim, ... recebeu ainda um caramanchão coberto por uma trepadeira denominada "pingos de amor", além de possuir flores de inúmeras e coloridas espécies enfeitavando seus canteiros. As palmeiras imperiais criteriosamente distribuídas, foram plantadas pelo Barão de Diamantino, depois contempladas nos versos do poeta Dom Aquino Corrêa, e a grama muito bem tratada !!!  As retretas iniciaram com a posse do Coronel Antônio Paes de Barros – Totó Paes, em 15 de agosto de 1903.  Inicialmente executadas pela Banda da Polícia, tornando-se depois rotineira as execuções todas quintas-feiras e domingos. A este hábito incorporaram as tocatas do Mestre Inácio e a Banda do 16º Batalhão de Caçadores. Neste momento o Alencastro já desfruta de vida própria e ao redor florescia também o comércio, ao lado da Prefeitura em 1894 surgira o Hotel Pinho, o Café Sargentini, e a Confeitaria Progresso. Surge ainda, em 29 de junho de 1920 o emblemático Bar Moderno, do Sr. Olinto Neves, o popular "Bar do Bugre", freqüentado por eruditos e populares onde bebiam a bem dgelaaada cerveja preta, O transporte também colaborou, ao surgirem as Jardineiras fazendo uma linha regular até o Porto.


Foto de Arq - Odoc

O Prefeito Vicente Emílio Vuolo em 11 de julho de 1965 inaugura uma nova Fonte Luminosa e Sonora, o coreto na posse do Governador Pedro Pedrossian em 31 de janeiro de 1966, com o passar do tempo o bucólico Jardim d’outrora se perdeu, sendo mais próprio o termo Praça. Ainda, em 8 de abril de 1969 inauguram o primeiro prédio de Cuiabá, o Edifício Maria Joaquina, onde residiram 2 de meus grandes amores, um de cada vez, e a Imortal Prof.ª Dunga Rodrigues. Por último, o homem do paletó furado, imagura uma obra inacabada e depena as últimas árvores!

A praça, após revitalização no início deste ano (2017)
A praça, após revitalização no início deste ano (2017)
Foto de Odoc

Ubiratã Nascentes Alves, membro da AML - cadeira nº 1

ubirata100@gmail.com

 

 

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (54.145.16.43) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=27213 ORDER BY id DESC
  • 0
    0
    Autor:
    Ele jura amar Cuiabá