SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=21018 LIMIT 1
O Documento - Juventus segura o Barcelona e segue na Liga dos Campeões

SEMIFINAL

Juventus segura o Barcelona e segue na Liga dos Campeões

Por: Terra
Após vencer o primeiro jogo em casa por 3 a 0, o time italiano segurou o Barça no Camp Nou
Após vencer o primeiro jogo em casa por 3 a 0, o time italiano segurou o Barça no Camp Nou
Foto de Reprodução

O raio não caiu duas vezes no mesmo lugar. Nesta quarta-feira, o Barcelona entrou em campo para receber a Juventus, no Camp Nou, no jogo de volta das quartas de final da Liga dos Campeões, precisando de um milagre para reverter a desvantagem de três gols do duelo de ida. Apesar de atuar embalado por ter conseguido uma grande virada diante do PSG, ainda nas oitavas de final, desta vez o Barça não foi efetivo nas finalizações e acabou eliminado da competição após um empate em 0 a 0 com os italianos.

O Barcelona entrou em campo precisando reverter um 3 a 0 do jogo de ida, disputado na casa do adversário, e até teve suas chances para marcar, principalmente no segundo tempo. A Juventus, no entanto, mostrou solidez defensiva durante todos os 90 minutos e garantiu sua classificação sem grandes sustos ao segurar um empate sem gols.

Com a classificação e vingança após ser vice diante do mesmo rival na temporada retrasada, a Juventus espera agora o sorteio oficial da Uefa para saber quem será seu adversário nas semifinais da Liga dos Campeões. A cerimônia está marcada para a próxima sexta-feira, as 7h (de Brasília), em Nyon, na Suíça.

Apesar da expectativa de uma forte pressão do Barcelona no início do jogo, a partida começou equilibrada, com a Juventus correndo poucos riscos. À vontade no jogo, a Velha Senhora conseguiu até ter superioridade nos primeiros minutos e criar a primeira boa chance.

Aos 12 minutos, Higuaín tentou o passe para Mandzukic e viu a defesa do Barcelona realizar o corte. A bola, porém, sobrou para o próprio argentino, que chutou para o gol e levou muito perigo, mandando por cima da meta.

Logo na sequência, aos 14, a Juve teve outra grande chance para marcar após contra-ataque puxado por Cuadrado. No entanto, no momento de tocar para Dybala, que vinha livre, o colombiano acabou sendo interceptado por Piqué, desperdiçando ótima oportunidade.

Aos poucos, porém, o Barça começou a aparecer no campo de ataque. Aos 19 minutos, Messi recebeu passe de Jordi Alba e dominou a bola com espaço na marca do pênalti. O argentino tentou finalizar no canto, mas mandou para fora, por muito pouco, perdendo uma grande chance.

O volume de jogo seguiu nos minutos seguintes. Aos 30 minutos, Messi assustou novamente o gol da Juventus. O argentino fez jogada pelo lado esquerdo e chutou firme. Desta vez, porém, Buffon apareceu para fazer a defesa. No rebote, o camisa 10 tentou novamente, mas mandou para fora.

Apesar dos lances de perigo do Barça, a Juve seguiu aparecendo no campo de ataque, e teve boa chance aos 37 minutos. Higuaín aproveitou boa enfiada de bola de Pjanic dentro da área e bateu de primeira. O chute saiu mascado e facilitou a defesa de Buffon. Nos minutos finais do primeiro tempo, a Juventus conseguiu administrar as ações ofensivas do Barcelona e garantir o 0 a 0 para o intervalo.

O duelo voltou para o segundo tempo com o Barcelona aumentando seu ímpeto ofensivo, mas abrindo espaços para contra-ataques. Com isso, a Juventus quase matou o confronto aos quatro minutos. Cuadrado recebeu livre pela direita, invadiu a área e bateu mirando o canto. A bola tirou tinta da trave, mas foi para fora.

O Barça respondeu logo na sequência. Aos cinco, Neymar partiu para cima da marcação de Daniel Alves, fez o drible e bateu de perna esquerda. A bola foi para fora. A pressão do Barcelona seguiu. Aos 12, Messi teve boa chance em cobrança de falta pela direita, mas mandou por cima do travessão.

Nos minutos seguintes, apesar do Barça predominar no ataque, o jogo seguiu aberto. Aos 16, Neymar assustou em chute de fora da área. Já aos 17, foi a vez de chute de Pjanic desviado pela defesa quase surpreender Ter Stegen e entrar.

A partir dos 20 minutos, porém, somente a equipe catalã assustou no ataque, perdendo chances incríveis. Aos 21, Messi recebeu dentro da área e mandou por cima, perdendo oportunidade inacreditável. Já aos 27, foi a vez de Sergi Roberto tentar de fora e tirar tinta da trave, não entrando novamente por muito pouco. Com o fim do jogo se aproximando, a pressão do Barça se tornou desespero. Com isso, a Juventus esteve mais perto de marcar nos contra-ataques do que os donos da casa em suas investidas ofensivas. A última chance veio em chute de Lemina, aos 39, que enganou o goleiro Ter Stegen e não entrou por muito pouco. A oportunidade desperdiçada, porém, não fez a falta, e a Juventus pôde comemorar uma classificação importantíssima no Camp Nou.

 

 

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (54.80.133.210) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=21018 ORDER BY id DESC