SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=32271 LIMIT 1
O Documento - Inspirada, Bélgica goleia Tunísia e encaminha vaga no grupo

RÚSSIA 2018

Inspirada, Bélgica goleia Tunísia e encaminha vaga no grupo

Por: AFI
Com as principais estrelas do time jogando para cima, os belgas simplesmente arrsaram adversários

Tentando provar o status de favorita ao título, a Bélgica encaminhou a sua classificação às oitavas de final da Copa do Mundo durante a manhã deste sábado. Contando com um dia inspirado de suas principais estrelas, o time europeu não encontrou maiores dificuldades para golear a frágil Tunísia por 5 a 2, em duelo disputado na Arena Spartak, em Moscou.

Com os triunfos sobre panamenhos e tunisianos, os belgas marcam seis pontos e lideram o Grupo G. Já os africanos seguem sem pontuar no torneio, uma vez que perderam para a Inglaterra na estreia. O time dirigido pelo espanhol Roberto Martínez garante a vaga de forma antecipada caso os centro-americanos não vençam os britânicos neste domingo, em Moscou.

Pela terceira e última rodada da fase de grupos, a Bélgica terá o seu teste mais duro até agora: o duelo com a Inglaterra, previsto para quinta-feira, às 15 horas (de Brasília), em Kaliningrado. No mesmo dia e horário, Tunísia e Panamá farão o duelo de azarões da chave, em Saransk.

Bélgica aproveita erros e Lukaku vira artilheiro

A pressão belga surtiu efeito logo aos cinco minutos do primeiro tempo. Após boa trama pela direita, Hazard foi derrubado e sofreu pênalti. Os tunisianos alegaram que a infração teria ocorrido fora da área, mas o árbitro de vídeo confirmou a penalidade. Na cobrança, o próprio Hazard bateu rasteiro no canto direito de Mustapha, que nada pôde fazer para evitar o primeiro gol dos europeus.

À vontade em campo, a Bélgica ampliou a sua vantagem aos 15 minutos, quando Mertens aproveitou domínio errado do rival para roubar a bola pela direita, arrancar com ela e deixar Lukaku livre na área. O centroavante chutou cruzado no canto esquerdo, sem chances para Mustapha.

Os africanos, contudo, responderam rápido e frearam o ímpeto belga. Aos 17 minutos, após cobrança de falta pela esquerda, Bronn subiu entre os marcadores para testar e diminuir a desvantagem. Este, aliás, seria um dos últimos lances do zagueiro tunisiano na partida, pois ele torceu o joelho e precisou ser substituído.

No entanto, em uma nova falha do sistema defensivo africano, a Bélgica marcou o seu terceiro gol nos acréscimos do primeiro tempo. Após Maalou errar passe pela esquerda, Mounier deu grande assistência para Lukaku tocar na saída do goleiro, empatando com Cristiano Ronaldo na artilharia do Mundial, com quatro gols.

Europeus pressionam e goleiam

A Bélgica voltou ligada do intervalo e transformou a boa vantagem em goleada aos cinco minutos da etapa final. Aproveitando lançamento de De Bruyne do campo de defesa, Hazard passou por entre dois zagueiros, driblou o goleiro e só tocou para o gol, anotando o seu segundo na partida.

Os belgas, então, se fecharam na defesa e passaram a apostar nos contra-ataques. Aos 16 minutos, Carrasco avançou pela esquerda e arriscou chute colocado de fora da área, quase marcando um golaço. A bola fez a curva para dentro e tirou tinta da trave direita.

Com a vitória praticamente garantida, Martínez aproveitou para sacar Hazard e Lukaku e colocar Batshuayi e Fellaini em campo. Com a Tunísia tentando descontar, os espaços aumentaram para a Bélgica. Aos 30 minutos, Batshuayi recebeu passe de De Bruyne nas costas da zaga, tirou do goleiro e finalizou. Mas Meriah afastou em cima da linha e evitou o quinto gol belga.

As alterações, inclusive, levaram a Bélgica de volta ao ataque. Botshuayi, porém, perdeu ao menos quatro chances claras. Aos 44 minutos, contudo, o atacante não desperdiçaria cruzamento vindo da direita e, de carrinho, tocou no contrapé do goleiro, que nada pôde fazer para evitar o quinto gol belga. Ainda haveria tempo para Khazri, aos 47, descontar para os africanos.

FICHA TÉCNICA
BÉLGICA 5 X 2 TUNÍSIA

Local: Arena Spartak, em Moscou (Rússia)
Data: 23 de junho de 2018 (Sábado)
Horário: 9h(de Brasília)
Árbitro: Jair Marrufo (Estados Unidos)
Assistentes: Corey Rockwell (Estados Unidos) e Juan Zumba (Eslovênia)
Cartão Amarelo: Sassi (Tunísia)
Cartão Vermelho: –
Gols:
BÉLGICA: Hazard, aos 5 minutos do 1º tempo, e aos 5 minutos do 2º tempo; Lukaku, aos 15 e aos 48 minutos do 1º tempo; Batshuayi, aos 44 minutos do 2º tempo
TUNÍSIA: Bronn, aos 17 minutos do 1º tempo, e Khazri, aos 47 minutos do 2º tempo

BÉLGICA: Courtois; Alderweireld, Boyata e Vertonghen; Meunier, De Bruyne, Witsel e Carrasco; Mertens (Tielemans), Hazard (Batshuayi) e Lukaku (Fellaini)
Técnico: Roberto Martínez

TUNÍSIA: Ben Mustapha; Meriah, Ben Youssef (Alouane), Bronn (Naguez) e Maalou; Khaoui, Skhiri e Sassi (Sliti); Fakhreddine Ben Youssef, Khazri e Badri
Técnico: Nabil Maaloul

 

 

 

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (54.81.76.247) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=32271 ORDER BY id DESC