SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=22753 LIMIT 1
O Documento - Gol no fim garante empate do Fla no clássico contra o Flu

MARACANÃ

Gol no fim garante empate do Fla no clássico contra o Flu

Por: Lance!
Gol foi marcado aos 49 minutos gerando muita reclamação por parte do Fluminense
Gol foi marcado aos 49 minutos gerando muita reclamação por parte do Fluminense

Os rivais entraram neste domingo no Maracanã iguais na classificação do Brasileirão: dez pontos. E com aquela sensação de que havia muito a melhorar para uma aproximação ao grupo dos líderes. 90 minutos depois, o Fla-Flu terminou empatado em 2 a 2, a distância para o líder Corinthians segue em nove pontos, mas as torcidas viram um clássico eletrizante.

O primeiro tempo começou com os dois times congestionando o mesmo lado do campo. Com Richarlison e Gustavo Scarpa, o Flu atacava quase sempre pela esquerda. Já o Fla tinha pela direita do ataque a alegria nas pernas de Vinicius Jr., com apoio constante de Diego, já que Rodinei estava mais ocupado com a marcação. A concentração de ações pelo setor, porém, não se transformou em chances claras de gol. Os sistemas defensivos predominavam até ali. 
O primeiro perigo saiu após um erro na saída de bola de Márcio Araújo. Wendel recuperou a apareceu para concluir, mas foi abafado pelo goleiro Thiago. E o gol também saiu de um erro, desta vez de posicionamento de Rodinei. Ele deu condições para Wendel aparecer livre às costas de Réver, após belo lançamento de Gustavo Scarpa. O volante do Flu e o goleiro do Fla pareciam esperar a marcação de impedimento, mas o auxiliar Herman Vani corretamente deixou o lance prosseguir. Wendel acertou a trave na primeira conclusão e depois só empurrou a bola para o fundo das redes. Segundo gol do volante como profissional. O segundo em cima do Rubro-Negro. O Flamengo ainda teve tempo de pedir pênalti de Scarpa em Rodinei. O lateral desabou após sentir um toque no ombro. 
Na etapa final, Zé Ricardo voltou com Arão e Berrío. E com outra postura. Trauco arriscou de longe e assustou Júlio César aos três minutos. A posse de bola era quase tudo rubro-negra. E o empate saiu antes do dez minutos, após blitz ofensiva. Everton e Guerrero finalizaram, até que Diego marcou o gol da igualdade. O replay mostrou que Everton estava impedido no momento do lançamento de Arão. Oitavo jogo tricolor com gol cedido na competição. 
Berrío voltou a aparecer aos 16 minutos e construiu boa jogada pela direita. Trauco concluiu, Júlio César deu rebote e por pouco Everton não decretou a virada. Na sequência, uma cena rara. O árbitro Vinicius Gonçalves sentiu um problema na coxa e foi substituído pelo auxiliar Flávio Rodrigues de Souza, que estava atrás do gol de Thiago. 
O colombiano, por pouco, não fez um golaço. Ele deixou Mascarenhas para trás, driblou Henrique e só não marcou pois Reginaldo deu um carrinho salvador. Abel trocou então Mascarenhas e Wendel por outros dois jovens: Léo e Mateus Norton, buscando reequilibrar as ações. Era um jogo de ataque contra defesa. 
E foi no pior momento tricolor do jogo que saiu o 2 a 1. Scarpa deu lançamento para Richarlison, que foi derrubado por Juan na área. Pênalti cobrado pelo artilheiro Henrique Dourado com perfeição. Thiago até acertou o canto, mas o chute foi no cantinho. 
O Fla foi para o desespero com a entrada de Conca, ex-xodó do Flu, na vaga do volante Cuellar. No primeiro lance, o argentino deu carrinho em Orejuela, levou amarelo e ouviu várias músicas com xingamentos da torcida tricolor. O jogo ficou nervoso, mais cartões foram distribuídos até Trauco achar um chute muito bem colocado aos 49 minutos, para decretar o empate, quando a torcida do Flu já festejava a vitória. 
Na quarta-feira, o Fluminense tenta reencontrar o caminho das vitórias contra o lanterna Avaí, na Ressacada, em Florianópolis, às 21h45. O Flamengo jogará na quinta, na Ilha do Urubu, diante da Chapecoense, às 21h. 

FICHA TÉCNICA 
FLUMINENSE 2 X 2 FLAMENGO 


Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ) 
Data/hora: 18/6/2017 - 16h (de Brasília) 
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo (SP) 
Auxiliares: Rogério Zanardo e Herman Vani (SP) 
Renda/público: R$ 1.496.460/ 37.962 presentes / 33.112 pagantes 
Cartões amarelos: Berrío, Cuellar, Rodinei, Conca, Trauco, Guerrero (FLA), Mateus Norton (FLU) 

GOLS: Wendel 36'/1ºT (1-0), Diego 9'/2ºT (1-1), Henrique Dourado, pênalti, 36'/2ºT (2-1), Trauco 49'/2ºT (2-2). 

FLUMINENSE : Júlio César, Lucas, Henrique, Reginaldo e Mascarenhas (Léo 28'/2ºT); Wendel (Mateus Norton 28'/2ºT), Orejuela (Nogueira 43'/2ºT) , Calazans e Gustavo Scarpa; Richarlison e Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga. 

FLAMENGO : Thiago, Rodinei, Réver, Juan e Trauco; Márcio Araújo (William Arão, intervalo), Cuellar (Conca 37'/2ºT) e Diego; Everton, Vinicius Jr. (Berrío, intervalo) e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo. 

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (54.81.231.226) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=22753 ORDER BY id DESC