SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=35951 LIMIT 1
O Documento - Brasileiros vencem todas no card preliminar do UFC 230

SHOW EM NY

Brasileiros vencem todas no card preliminar do UFC 230

Por: Da Redação com Folhapress
Marcos Rogério Pezão: vitória por pontos espanta azar
Marcos Rogério Pezão: vitória por pontos espanta azar
Foto de Leandro Bernardes

Primeiro brasileiro a entrar em ação no card preliminar do UFC deste sábado (3), em Nova York (EUA), Marcos Rogério ‘Pezão’ espantou a maré de falta de sorte que o assombrava. Sem vencer um combate desde janeiro de 2017, o brasileiro venceu Adam Wieczorek sem grandes dificuldades por pontos e carimbou com sucesso seu recomeço ao octógono como peso-pesado.

Calmo, Pezão não se afobou com o domínio inicial do oponente, que o derrubou e trabalhou com ataques no chão. Passada a explosão do polonês, o brasileiro usou sua meia-guarda para tentar ir para as costas, mas acabou retornando o combate em pé. E de lá, o atleta da academia 011 não voltou a ser surpreendido.

Claramente mais pesado e forte, o atleta assumiu o papel de agressor, caminhou para frente e impôs seu ritmo, sempre alternando combinações em pé com quedas que lhe garantiam a vantagem folgada nas papeletas dos árbitros. Ao final dos três assaltos, Pezão foi apontado vencedor por um triplo 30 - 27 dos jurados laterais.

Melhor resultado impossível para o lutador que no final do ano passado foi flagrado em um exame antidoping realizado pela USADA (agência antidoping americana). Após meses de investigação, Pezão, assim como Junior ‘Cigano’ e Rogério ‘Minotouro', comprovaram ter sido vítimas da ingestão de suplementos contaminados.

Outro representante brasileiro que entrou em ação no octógono foi o peso-pena (66 kg) Sheymon Moraes. Embalado pela vitória anotada em agosto passado, o brasileiro entrou no octógono com a missão de provar que é um dos competidores mais dinâmicos da atualidade. E após o final dos três rounds disputados, a tarefa foi realizada com êxito.

Diante do finalizador Julio Arce, Sheymon sobrou na luta em pé e conectou knockdowns tanto no primeiro quanto no segundo round.  Este cenário, não fossem os momentos de luta agarrada, seria traduzido como um verdadeiro massacre a favor do aleta da academia Black House.

Certeiro nos golpes de entrada e potente nas combinações quando acuava o rival nas grades, Sheymon pecou no momentos em que poderia definir a luta e abriu brechas para ser envolvido pelo jiu-jitsu de Arce. No primeiro round por exemplo, a brasileiro ficou com o adversário em suas costas por mais de dois minutos, em clara posição de desvantagem.

No entanto, a contundência de seus golpes e os três knockdowns aplicados garantiram a vitória do brasileiro, que agora pode sonhar com desafios cada vez mais difíceis na categoria.

Confira os resultados do UFC 230:

Sheymon Moraes venceu Julio Arce por decisão dividida;
Lyman Good nocauteou Ben Saunders no 1º round;
Matt Frevola e Lando Vannata empataram de forma majoritária;
Shane Burgos finalizou Kurt Holobaugh no 1º round;
Marcos Rogério ‘Pezão' venceu Adam Wieczorek por decisão unânime;

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (54.221.75.115) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=35951 ORDER BY id DESC