SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=26561 LIMIT 1
O Documento - Bottas aproveita batida de Hamilton, quebra recorde de Interlagos e garante pole-position do GP do Brasil

FÓRMULA-1

Bottas aproveita batida de Hamilton, quebra recorde de Interlagos e garante pole-position do GP do Brasil

Por: Da Redação
Valtery Bottas faz a pole position no GP do Brasil de F-1
Valtery Bottas faz a pole position no GP do Brasil de F-1
Foto de Rodrigo Berton

A forte batida de Lewis Hamilton ainda no começo da classificação do GP do Brasil, na tarde deste sábado (11) em Interlagos, proporcionou uma batalha direta entre a outra Mercedes, de Valtteri Bottas, e a Ferrari de Sebastian Vettel pela pole-position da penúltima etapa da temporada 2017 da F1. No fim das contas, falou mais alto a melhor performance da Mercedes, que confirmou a força do melhor conjunto após uma sexta-feira dominante para garantir sua terceira pole na temporada e na carreira. E com direito a novo recorde da pista: 1min08s322.

Restou a Vettel se contentar com o segundo lugar, enquanto Kimi Räikkönen, com a outra Ferrari, completa a lista dos três primeiros. Na sequência, terminaram as Red Bull de Max Verstappen e Daniel Ricciardo. Mas o australiano vai largar em 15º por conta de punição no grid, e aí Sergio Pérez ganha uma posição, assim como Fernando Alonso, que vai largar em sexto. Nico Hülkenberg, da Renault, vem em sétimo, com Carlos Sainz e Felipe Massa a seguir. Esteban Ocon fecha o rol dos dez primeiros.

A largada está marcada para 14h (horário de Brasília) deste domingo. 

Surpresa das grandes logo no começo da classificação. Ainda com pista seca e na sua primeira (e única) volta lançada, Lewis Hamilton perdeu o controle do seu carro na subida do Laraninha e bateu com força a lateral do seu carro na barreira de proteção. Era o fim da participação do grande favorito à pole-position neste sábado. Claro, a batida determinou o acionamento da bandeira vermelha.

Aí toda a dinâmica do treino mudou. Com a ausência do grande favorito, a luta pela pole estava completamente aberta: em razão da performance da Mercedes, Valtteri Bottas em teoria seria o maior candidato, mas o bom desempenho das Ferrari de Kimi Räikkönen e Sebastian Vettel indicava uma batalha muito apertada.

Como Lance Stroll conseguiu participar do treino classificatório, Hamilton já sabia que, caso ninguém mais sofra nenhuma punição no grid no fim de semana, a última posição no grid do GP do Brasil é sua. É a primeira vez, desde o GP da Bélgica do ano passado, que Lewis era eliminado ainda no Q1 de uma sessão classificatória.

A bandeira verde foi acenada novamente oito minutos após a interrupção do treino. Vettel assumiu o protagonismo da sessão ao marcar 1min09s796, 0s030 mais rápido que Max Verstappen, o segundo colocado. Mas na sequência de voltas, Räikkönen subia para a ponta do Q1, puxando uma dobradinha finlandesa com Bottas em segundo. Vettel aparecia em terceiro, com os taurinos Verstappen e Ricciardo logo atrás. O holandês da Red Bull queixava-se de falhas no motor.

Com os primeiros colocados já garantidos, restava a expectativa pelo restante do grid no Q1. Surpreendia que Romain Grosjean, mesmo com a ‘Asa T’ quebrada em uma das pontas, conseguia marcar seu melhor tempo, se colocando em oitavo lugar, atrás de Nico Hülkenberg e Sergio Pérez e à frente de Esteban Ocon e Fernando Alonso, os dez primeiros. Felipe Massa vinha em P13, mas com uma volta excepcional, subia para a quarta posição, só 0s3 atrás de Kimi.

Além de Hamilton, fora de combate, foram eliminados no Q1 Marcus Ericsson,Stroll, Pierre Gasly e Pascal Wehrlein.

Pouco depois da abertura do Q2, começou a garoar com um pouco mais de intensidade em Interlagos. Por isso, os pilotos não perderam tempo e foram à pista. E Bottas, logo de cara, quebrou o recorde de Interlagos ao marcar 1min08s901, fazendo história no circuito paulistano. Vettel e Räikkönen vinham logo atrás, com a dupla da Red Bull e Fernando Alonso na sequência. Até que Massa, com outra grande volta, pulava para a quinta posição, entre Verstappen e Ricciardo, com um novo jogo de pneus supermacios.

E Verstappen deixou o motor morrer e ficou parado no pit-lane depois de se atrapalhar na hora fazer a pesagem obrigatória. Ricciardo seguiu na pista e conseguiu tempo para retomar o top-5, deixando Massa e Alonso logo atrás.

Ainda havia tempo para mais uma volta rápida. Bottas aproveitou bem a chance e marcou 1min08s638, novo recorde da pista. Mas Vettel, logo em seguida, destruiu a marca do finlandês com 1min08s494 para ser o mais rápido do Q2, com Verstappen, Räikkönen e Ricciardo completando o top-5. Alonso era o sexto, dando sequência ao ótimo treino, e Massa vinha logo atrás, também garantido no Q3, assim como Hülkenberg, Sergio Pérez e Carlos Sainz. Em contrapartida, Esteban Ocon, Grosjean, Stoffel Vandoorne, Kevin Magnussen e Brendon Hartley foram eliminados.

Dentre os dez pilotos do Q1, Bottas foi o primeiro a marcar tempo: 1min08s442, quebrando novamente o recorde de Interlagos. Verstappen e Hülkenberg passaram longe, mas Vettel brilhou ao marcar 1min08s360, dando um passo fundamental para a conquista da pole.

Mas ainda faltavam alguns minutos. Mesmo com a chuva se intensificando no fim do Q3, Bottas conseguiu tirar um ‘coelho da cartola’ e aproveitou toda a força do conjunto da Mercedes. Com 1min08s322, o nórdico conseguiu marcar a pole, enquanto Vettel não conseguiu melhorar sua marca. Foi a terceira pole-position do finlandês. Vettel parte em segundo, com Räikkönen logo atrás. Verstappen e Ricciardo completam o rol dos cinco primeiros, mas o australiano vai largar em 15º. Massa vai largar da nona colocação.

 

1   77 Valtteri BOTTAS FIN Mercedes   1:08.322   22
2   5 Sebastian VETTEL ALE Ferrari   1:08.360 +0.038 21
3   7 Kimi RÄIKKÖNEN FIN Ferrari   1:08.538 +0.216 18
4   33 Max VERSTAPPEN HOL Red Bull Tag Heuer   1:08.925 +0.603 18
5   11 Sergio PÉREZ MEX Force India Mercedes   1:09.598 +1.276 19
6   14 Fernando ALONSO ESP McLaren Honda   1:09.617 +1.295 21
7   27 Nico HÜLKENBERG ALE Renault   1:09.703 +1.381 17
8   55 Carlos SAINZ JR ESP Renault   1:09.805 +1.483 21
9   19 Felipe MASSA BRA Williams Mercedes   1:09.841 +1.519 17
10   31 Esteban OCON FRA Force India Mercedes   1:17.807 +9.485 19
11   8 Romain GROSJEAN FRA Haas Ferrari   1:09.768 +1.446 11
12   2 Stoffel VANDOORNE BEL McLaren Honda   1:09.830 +1.508 17
13   20 Kevin MAGNUSSEN DIN Haas Ferrari   1:09.879 +1.557 16
14   94 Pascal WEHRLEIN ALE Sauber Ferrari   1:10.116 +1.794 15
15   3 Daniel RICCIARDO AUS Red Bull Tag Heuer P +10 1:09.330 +1.008 19
16   9 Marcus ERICSSON SUE Sauber Ferrari   1:10.875 +2.553 12
17   18 Lance STROLL CAN Williams Mercedes P +5 1:10.776 +2.454 8
18   28 Brendon HARTLEY NZL Toro Rosso Renault P +10 1:10.154 +1.832 18
19   10 Pierre GASLY FRA Toro Rosso Renault P +25 1:10.686 +2.364 10
20   44 Lewis HAMILTON ING Mercedes       2
          Tempo 107%   1:13.105 +4.783  
                   
Recorde Valtteri BOTTAS FIN Mercedes   1:08.322 11/11/2017  
Melhor volta Juan Pablo MONTOYA COL Williams/BMW   1:11.473 25/10/2004  

 

 

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (54.225.36.143) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=26561 ORDER BY id DESC