SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=20949 LIMIT 1
O Documento - Mais de 43 mil mato-grossenses ainda não sacaram o benefício

PIS/PASEP

Mais de 43 mil mato-grossenses ainda não sacaram o benefício

Por: Silvana Bazani
Fonte: Especial para o Documento
 Prazo para o saque do benefício se encerra no mês de junho
Prazo para o saque do benefício se encerra no mês de junho
Foto de Reprodução

Em Mato Grosso restam ainda 43,767 mil saques do PIS/Pasep para serem efetuados. Os pagamentos, referentes ao exercício financeiro 2016/2017, começaram em julho de 2016 e se encerram em junho deste ano. Os valores variam de R$ 78 a R$ 937. Entre 1º de julho do ano passado até 31 de março deste ano foram pagos R$ 220,768 milhões a 328,065 mil trabalhadores mato-grossenses com direito ao abono salarial. O número representa 88,24% dos 372,065 mil benefícios identificados para o exercício.

Dados da Divisão do Seguro-Desemprego e Abono Salarial do Ministério do Trabalho apontam que em todo o país há 2,202 milhões de trabalhadores que não sacaram o PIS/Pasep. Foram resgatados até o final de março a quantia total R$ 15,515 bilhões por 22,047 milhões de trabalhadores. O contingente equivale a uma cobertura de 90,92% dos 24,249 milhões de benefícios identificados.

Mais da metade dos 2,2 milhões de benefícios disponíveis para saque está represada na região Sudeste, que acumula 1,110 milhão ou 50,65% do total. Destaque para São Paulo, onde há 621,3 mil saques pendentes, sendo 28,21% do total nacional.

Situação diferente do Nordeste brasileiro, que registra o maior volume de saques realizados. A região que lidera os índices de saques do abono salarial ano-base 2015, onde 94,16% dos benefícios já foram retirados, totalizando mais de R$ 3,77 bilhões para 5,16 milhões de trabalhadores. Outros 320,65 mil ainda podem buscar o dinheiro.

O maior atraso nos saques do PIS/Pasep é verificado no Centro-Oeste, onde 88,51% dos benefícios foram resgatados. São 220,070 mil benefícios disponíveis, a maioria em Goiás (79,1 mil). Mas é o Distrito Federal que apresenta o menor índice de saques da região e do Brasil, com apenas 84,13%. De um total de 411,08 mil benefícios, ainda estão disponíveis 65,23 mil.

 “São recursos que impulsionam a economia, ajudando milhões de trabalhadores brasileiros, principalmente os mais humildes. Por isso, é importante que todo trabalhador com direito ao abono faça o saque, para não ficar sem esse dinheiro, porque os recursos não ficam acumulados de um ano para o outro”, afirma o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira.

Direito

O Abono Salarial ano-base 2015 está disponível para quem trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias naquele ano, com remuneração média de até dois salários mínimos. O trabalhador precisava estar inscrito no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos, além de ter seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS). O saque pode ser feito até o próximo dia 30 de junho.

O chefe de divisão do Seguro-Desemprego e Abono Salarial do Ministério do Trabalho, Márcio Ubiratan, explica que o valor pago é baseado no salário mínimo vigente, de R$ 937 neste ano, e é proporcional aos meses trabalhados durante o ano-base. “Quem trabalhou por apenas 30 dias receberá o equivalente a 1/12 do salário mínimo, e assim sucessivamente. Para receber o valor integral é preciso ter trabalhado formalmente durante todo o ano de 2015”, explica Ubiratan.

O benefício está disponível na Caixa e no Banco do Brasil. A Caixa paga os trabalhadores da iniciativa privada, vinculados ao PIS. O Banco do Brasil paga os servidores públicos vinculados ao PASEP. O recurso do Abono Salarial vem do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que é mantido pela contribuição de empregadores e gerido pelo Conselho Deliberativo do FAT (CODEFAT), órgão colegiado composto por representantes de trabalhadores, empregadores e governo. Ele se destina exclusivamente ao pagamento do Abono Salarial e do Seguro-Desemprego. Para o pagamento do abono ano-base 2015, já foram liberados mais de R$ 15,51 bilhões. (Com informações MTE)

 

 

 

 

 

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (107.22.26.172) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=20949 ORDER BY id DESC