SELECT p.*, IF(LENGTH(fotos)>10,0,(SELECT id FROM w229_post_fotos WHERE post=p.id ORDER BY principal DESC, id LIMIT 1)) AS fotoGal FROM w229_post AS p WHERE p.id=25051 LIMIT 1
O Documento - Taques debate propostas com comerciantes de materiais de construção

ENCONTRO

Taques debate propostas com comerciantes de materiais de construção

Por: Da Redação
Governador participou de um encontro com membros da Acomac-MT, no Palácio Paiaguás
Governador participou de um encontro com membros da Acomac-MT, no Palácio Paiaguás

Dando andamento à série de encontros com representantes de segmentos sociais e econômicos, o governador Pedro Taques participou nesta quarta-feira (13) de um encontro com membros da Associação dos Comerciantes de Materiais de Construção do Estado de Mato Grosso (AcomacMT), no Palácio Paiaguás. “Essa abertura para nos ouvir é muito importante, não só como empresários, mas como cidadãos. A Acomac vê o Estado como parceiro”, declarou na abertura o presidente da entidade, Gustavo Nascimento.

Em seguida, Gustavo disponibilizou para o governador assinar o ofício de entrega do Lar Doce Lar, unidade de atenção a pessoas com deficiência física e mental, vinculada ao Centro Integrado de Assistência Psicossocial Adauto Botelho, que passou por reforma coordenada pelo Núcleo de Ações Voluntárias (NAV) do Governo do Estado. A AcomacMT foi parceira no projeto com a doação de todo o material da reforma.

“Agradeço a vocês pela ajuda, este é um trabalho de cidadania. As pessoas que estavam ali viviam numa situação de abandono e hoje contam com um lugar de qualidade”, destacou Taques. O Lar Doce Lar tem 17 moradores em situação de abandono familiar. Eles recebem atendimento especializado e contam com ações de inclusão, como é o caso de quem estuda e trabalha.

O presidente da AcomacMT também destacou para o governador a importância da secretaria de Estado de Cidades entrar em contato com o Ministério das Cidades para a viabilização em Mato Grosso do Cartão Reforma, considerado potencial gerador de renda entre a população com menor poder aquisitivo.

“O Governo Federal lançou o Cartão Reforma, um cartão subsidiado, a fundo perdido. O lançamento foi no último ano, em Brasília. O cartão é voltado para famílias de baixa renda, por isso é um dinheiro que precisa ser bem filtrado para chegar na mão do cidadão que precisa. Estados que provocam a União sobre o interesse de implementar o Cartão Reforma nos seus municípios saem na frente, por isso a importância do governo Pedro Taques procurar o ministro das Cidades para discutir o assunto”.

Em resposta, Taques acenou positivamente e disse que o secretário de Estado de Cidades, Wilson Santos, tomará as medidas necessárias para que Mato Grosso seja contemplado com o Cartão Reforma.

O governador também se comprometeu, a pedido dos membros da AcomacMT, a avaliar a situação jurídica de um terreno doado em gestões anteriores à entidade e que foi alvo de ação no Ministério Público Estadual (MPE). A área, prevista para abrigar o Sindicato do Comércio Varejista de Materiais de Construção (Sindcomac), fica nos fundos do Hospital Central e já contava com obras de terraplanagem. “Fizemos um bom investimento na época, mas o MPE interveio e tudo ficou parado. Queremos retomar isso e, em contrapartida, nos comprometemos a ajudar creche do Estado”, explicou o presidente da AcomacMT.

Taques ponderou que, por existir só uma creche do Poder Executivo Estadual, seria melhor que o setor ajudasse escolas estaduais se houver a possibilidade de ser firmado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o MPE.

Presente ao encontro, o secretário de Estado de Fazenda, Gustavo de Oliveira, trocou impressões com os representantes da Associação sobre a Reforma Tributária, em discussão no Congresso Nacional, e os possíveis impactos para os setores de Mato Grosso. No âmbito estadual, o governador adiantou que Gustavo de Oliveira e o secretário de Estado de Planejamento, Guilherme Muller, vão promover encontros com segmentos sociais e econômicos para explicar a importância da aprovação, pela Assembleia Legislativa, da lei do Teto dos Gastos para o desenvolvimento do Estado, que enfrenta crise econômica como o restante do país.    

Também participaram das discussões o secretário-chefe da Casa Civil, José Adolpho, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos Avalone, e o líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Dilmar Dal Bosco.

 

Comentários

Atenção! Seu comentário é de sua inteira responsabilidade.
O site "O Documento" é livre para rejeitar comentários ofensivos, com linguajar de baixo calão, denúncias sem evidências e outros que julgar inapropriados. Mesmo que o seu comentário seja aprovado pela nossa equipe, a responsabilidade sobre ele continua sendo sua.
O IP da sua conexão (54.224.102.26) será armazenado e disponibilizado às possíveis vítimas caso este espaço seja utilizado para atingir a honra ou prejudicar a imagem de alguém.
Enviar
    SELECT id,nome,email,comentario,i_cadastro,positiv,negativ,aprovado FROM w229_post_coment AS t WHERE aprovado>=0 AND post_id=25051 ORDER BY id DESC