conecte-se conosco


Mato Grosso

Empaer orienta agricultores no cultivo e manejo da bananeira com ênfase no controle de praga

Publicado

Com o plantio de mais de 100 hectares de banana, agricultores familiares do Assentamento Planalto do Iriri, travessões 01 e 02, localizado no município de Peixoto de Azevedo (691 km ao Norte de Cuiabá), participaram de uma demonstração de método para controlar o ataque da praga moleque da bananeira (Cosmopolites sordidus).

O engenheiro agrônomo da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Clovis Luiz de Moraes Manica, fala que essa praga pode destruir o bananal. O evento contou com a participação de 16 agricultores.

A demonstração de método foi realizada na área do produtor rural Adésio Paimel Franco, que já foi considerado o maior produtor de banana do Assentamento, com uma plantação de mais de 20 hectares da fruta. Atualmente possui uma área de 10 hectares com o cultivo de banana prata, maçã e nanica. Conforme Clovis, foi constatado a infestação no bananal com a diminuição do tamanho dos cachos, amarelecimento das folhas e tombamento das plantas.

Para controlar a infestação da praga foram utilizadas dois tipos de armadilhas, as iscas tipo “queijo” e “telha” para capturar os besouros na fase adulta. Foi utilizada também a técnica de controle biológico com o fungo Beauveria bassiana, um inseticida microbiológico indicado para controle de insetos e pragas em diversas culturas. O produto é ideal para o manejo integrado de pragas, promovendo uma agricultura mais sustentável, preservando os inimigos naturais e o equilíbrio do ecossistema.

Leia Também:  Detran-MT inicia implantação de sistema de telemetria para autoescolas

Além das informações para controlar o ataque de pragas e doenças, Clovis abordou práticas de cultivo e manejo que são aplicadas nos bananais. “Infelizmente, observei que a maioria dos agricultores não adota cuidados básicos e desenvolvem uma fruticultura de caráter itinerante, onde são realizadas no máximo duas colheitas de banana com um volume razoável de cachos com qualidade. E após isso, há necessidade de implantação do bananal em outras áreas”, enfatiza.

A infestação causa diminuição do tamanho dos cachos, amarelecimento das folhas e tombamento das plantas

O produtor Adésio e demais agricultores relataram que as mudas de banana utilizadas nos novos plantios foram retiradas dos bananais da propriedade, e em todos os casos havia doenças e brocas. Com isso, foi necessário implantar outros bananais. Segundo o produtor, houve cultivos em novas áreas que não obtiveram nem o número de cachos mínimos para compensar a colheita.

De acordo com Manica, diante da situação vivenciada pelos produtores foi adotado o procedimento para executar cada etapa de cultivo e manejo no bananal, bem como análise e preparo do solo, sulcamento/berçamento, adubação de plantio, espaçamento, adubação de cobertura, irrigação, controle de plantas daninhas, desbastes, controle de pragas, desperfilhamento e etc. Durante a apresentação, foram esclarecidas dúvidas sobre a importância, as ferramentas e as técnicas de execução de cada etapa.

Leia Também:  Governo transfere mais de R$ 6 milhões aos Fundos Municipais de Saúde

Para aplicar as técnicas na prática, o engenheiro Clovis ensinou os agricultores os pontos e a forma de colocação dos adubos de cobertura, o espaçamento e alinhamento do cultivo e os cuidados na retirada de rebentos (mudas) para novos plantios. Outro ponto importante mencionado foi a implantação de um sistema de irrigação para garantir produção o ano todo. “A colheita da banana no Assentamento acontece de fevereiro a julho, e a produtividade está em torno de 10 toneladas por hectare, enquanto a média da região chega a 40 toneladas/hectare”, esclarece Clovis.

Segundo o engenheiro, é necessário que os produtores adotem práticas de manejo com o objetivo de melhorar o desempenho produtivo e garantir produção o ano todo.  

Fonte: GOV MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Mato Grosso

Defesa Civil de Mato Grosso fará parte do plano de prevenção e combate a incêndios florestais

Publicado

O Corpo de Bombeiros Militar apresentou, nesta quarta (15), o Plano de Operações para Temporada de Incêndios Florestais (Potif 2019) à Defesa Civil de Mato Grosso, com destaque para as ações preventivas, preparatórias para a estação seca que se aproxima em Mato Grosso. Foi dada atenção especial à descrição das principais ações em que a Defesa Civil do Estado está inserida.

O Batalhão de Emergências Ambientais (BEA) do CBMMT propôs a inclusão de uma ação no Plano Plurianual voltada para desastres ambientais com o intuito de fortalecer as ações de Incêndios Florestais e Emergências com Produtos Perigosos. Para aprimorar a efetividade das medidas, foi solicitada a participação efetiva da Defesa Civil nos trabalhos desenvolvidos pelo Centro Integrado Multi-agências de Coordenação Operacional (CIMAN).

A Defesa Civil estadual também foi convidada a participar das ações da Semana de Prevenção e Preparação aos Incêndios Florestais em Mato Grosso (SP2IF), realizada habitualmente num dos municípios com economia baseada no agronegócio.

“A Defesa Civil, apoiará CBMMT no enfrentamento aos incêndios florestais, visto que trata-se de um evento codificado como desastre e que traz graves danos materiais e ambientais e consequentemente, prejuízos econômicos e sociais a Mato Grosso”, afirmou o Cel BM Cesar Viana de Brum, secretário-adjunto de Proteção e Defesa Civil.

Leia Também:  Road show apresenta ferramenta para modernizar gestão governamental

O planejamento e preparação para a temporada de incêndios florestais acontece sempre antes do início da estação seca. “A reunião foi extremamente salutar, pois a Defesa Civil é um órgão importante no planejamento estratégico direcionado para a prevenção e combate à incêndios florestais no Estado de Mato Grosso”, disse o comandante do BEA, ten cel BM Dércio Santos da Silva.

Fonte: GOV MT
Continue lendo

Mato Grosso

Secel promove primeiro Fórum de Gestores Municipais de 2019

Publicado

Promover interação entre o Estado e os municípios na construção de políticas públicas de cultura, esporte e lazer. Este é o objetivo do primeiro Fórum de Gestores Municipais de 2019, que na próxima sexta-feira (24), no Palácio da Instrução e no sábado (25), na Arena Pantanal, reúne a equipe da Secel-MT e agentes municipais da cultura e do esporte de Mato Grosso.

O encontro, que pretende debater e alinhar estratégias de ação para implantação e implementação dos Sistemas de Cultura, Esporte e Lazer nos municípios mato-grossenses é uma iniciativa do Governo de Mato Grosso, por meio da Secel-MT, e almeja reunir representantes de aproximadamente 80 municípios do Estado. 

Na abertura oficial, programada para sexta-feira (24), às 14h, foi reservada uma palestra com o próprio secretário, que dará as boas-vindas e compartilhará com agentes da cultura e do esporte, os desafios estabelecidos para a Secel, nos próximos anos.

“Estamos vivendo um novo ciclo da cultura e do esporte em Mato Grosso e esta é uma ótima ocasião para recepcionar os gestores, produtores e agentes dos setores. Também é uma boa oportunidade para apresentar o que a Secretaria vem planejando e realizando nesses quatro meses de trabalho intenso, além de prestigiar toda a equipe responsável pelas iniciativas, ações e projetos. Serão dois dias muito produtivos para a cultura e para o esporte de Mato Grosso”, adianta Allan Kardec, secretário de Cultura, Esporte e Lazer.

Leia Também:  Governo inicia pagamento dos servidores na próxima sexta-feira (10.05)

A programação conta com diversos palestrantes, tanto do esporte quanto da cultura, exposição de cases municipais, orientações e apresentações culturais. Confira a programação completa.

24/05 – PALÁCIO DA INSTRUÇÃO 13:00 – Credenciamento
14:00 – Abertura Oficial
14:30 – Desafios SECEL – Allan Kardec – Secretário de Cultura, Esporte e Lazer 
15:30 – Coffee break
16:00 – Diagnóstico e Avaliações em Políticas Públicas do Esporte
Prof. Dr. Wanderley Marchi Júnior – UFPR
16:40 –  Cultura e Cidadania
Fabrício Carvalho – Maestro da Orquestra Sinfônica da UFMT
17:30 – Eleição CIB – Comissão Intergestores Bipartite 
19:00 – Apresentação Cultural

25/05 – ARENA PANTANAL 8:00 – Credenciamento
8:30 – Colheita de Projetos Esportivos
Alberto Bial – Técnico de Basquetebol do Clube de Regatas do Vasco – RJ
9:30 – Modelo de Gestão Municipal
Wanderson Lana – Secretário de Cultura, Turismo, Lazer e Juventude – Primavera do Leste 
10:30 – Coffee break
11:00 – Visita Arena Pantanal 
12:00 – Encerramento

Fonte: GOV MT
Leia Também:  “Festas Religiosas de Cuiabá” entra em cartaz no Museu de Arte Sacra nesta sexta-feira (12)
Continue lendo
ouça ao vivo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana