conecte-se conosco


Meu Pet

Como adestrar gato para usar o vaso sanitário

Publicado

Existem diversos vídeos virais na internet em que gatos não usam mais a caixa de areia para aliviar suas necessidades – nesses vídeos, muitos tutores optaram por adestrar gato para que ele utilize o vaso sanitário para fazer suas necessidades. Porém, como são animais que não funcionam como cachorros, ensiná-los um truque pode ser um pouco demorado e difícil.

Leia também: Como identificar dor em gatos? Conheça os sinais mais comuns


gato usando vaso sanitário
shutterstock

Algumas dessas dicas podem te ajudar na hora de adestrar gato para que ele utilize o vaso sanitário


Além de ser ainda mais higiênico do que a caixa de areia, o vaso sanitário não requer a limpeza diária e reposição de areia. Alguns dos donos conseguiram adestrar gato até na hora de apertar a descarga. Para ajudar no momento de tentar ensinar o bichano a usar a privada, confira as dicas abaixo:

  1.  O primeiro passa é alterar o lugar onde a caixa de areia fica. Como os gatos apenas fazem suas necessidades dentro da caixa instintivamente, ele irá procurar o novo local onde ela está. Esse lugar será o banheiro, preferencialmente perto do vaso sanitário.
  2. Mude a altura da caixa de areia: para que o animal se acostume com o tamanho do vaso sanitário, é indicado que a cada semana, o tutor coloque apoios embaixo da caixa para que ela fique mais alta. Podem ser livros no começo, e depois até um banquinho para deixar a caixinha e o vaso do mesmo tamanho.
  3. Coloque a caixa de areia em cima da tampa do vaso sanitário: Esse passo vai fazer com que o gato perceba que a privada é um lugar onde ele pode ficar em cima. Ele vai se acostumar a fazer as necessidades naquele espaço, e quando for o momento de retirar a caixa, vai ser mais fácil.
  4. Utilizar um recipiente menor ou próprio para que o animal faça xixi e cocô em um espaço pequeno: pode ser uma vasilha antiga do tamanho da abertura do vaso, ou um “gatoalete”, acessório vendido especialmente para esse tipo de adestramento. Basta coloca-lo na posição e adicionar um pouco de areia.
  5. Depois de algumas semanas nesse processo, retire o adaptador do vaso e monitore o felino para ver se ele vai direto ao local para aliviar as necessidades. Se sim, dê descarga e recompense o animal com sachê ou algum petisco que ele goste, para que ele perceba que aquilo é algo certo que ele pode fazer.
Leia Também:  Coruja adota ovo de pato e o protege até o dia do nascimento

Leia também: Saiba para que serve, como e quando usar malte para gatos

Cada bichano tem sua própria personalidade, então não é garantido que todos aprendam ou que o processo seja rápido. Se o seu animal de estimação se adaptar com mudanças facilmente, é provável que adestrar gato seja mais simples do que seria com um felino teimoso.

Fonte: Canal do Pet
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Meu Pet

Mulher deixa sua cadela em canil para viajar e quando volta encontra a pet morta

Publicado

Kristen viajou com sua família no final de 2018 para curtir a época de festas, e deixou sua Husky Nova em um canil especializado em cuidar de cães durante a ausência dos donos, em Dublin, na Irlanda. O que ela não esperava é que quando voltasse da viagem, ela iria encontrar sua companheira irreconhecível: morta, dentro de uma mala enrolada em fita adesiva.

Leia também: Conheça as raças de cachorro mais indicadas para conviverem com crianças


husky siberiano antes de ser deixada em canil
Instagram/ Kristen

Nova, a Husky que morreu no canil


A história triste foi compartilhada apenas agora, em abril, por Kristen. Segundo a tutora, era a primeira vez que Nova não ficaria na casa de alguém da família, e ela já estava muito apreensiva sobre deixar a cadela em um canil , mas deu aos funcionários todas as informações sobre o animal, tanto de forma escrita quanto verbal.

Segundo os funcionários, Nova foi encontrada sangrando no lugar, e pouco depois faleceu. Ninguém avisou Kristen o que havia acontecido, e ela só descobriu sobre a morte de seu animal de estimação após diversas tentativas de buscar Nova quando voltou de viagem – três ligações ignoradas pelo estabelecimento, e a última, atendida de forma hostil.

Leia também: “Ela é um complemento do meu corpo”, diz deficiente visual sobre cão-guia

No telefone pediram que ela fosse até a parte de trás do canil, onde sua Husky estava, segundo ela, de forma desumana. Nova havia sido colocada dentro de uma mala, e enrolada com fita adesiva. Kristen não conseguiu acreditar que um cão de 25 quilos estava dentro daquele pequeno compartimento, mas confirmou que realmente era sua cadela quando o veterinário de confiança da irlandesa verificou o microchip do animal.

Visualizar esta foto no Instagram.

On the 27th of December 2018 I brought my husky Nova to P&E boarding kennels to be boarded for 3 days while my family went to Iceland. Nova had an ongoing issue with Colitis and this was being managed with steroids for the last few months successfully, she had been checked by my vet prior to boarding and we had discussed taking her off the steroids as she was responding so well. I gave multiple written and verbal instructions on how the steroid was to be given separately to her food and that she needs to get this twice a day, P&E also advertise that they cater for medication and dogs that need extra care once they are informed in advance. On the 31st of December I went straight from the airport to P&E to collect Nova. I rang 4 times waiting outside to pick her up. Clive answered and told me to come around to the gate when I told him I was here for Nova. Once in, we were told Nova had died – they had found her that morning bloodied in her kennel. We where shocked and beyond devastated at this as we had left a healthy dog in 3 days earlier. I asked the kennels immediately if she had received her medication and I was told she had. They had crushed Nova into what I can only describe as a ball wrapped in a black bag, covered in masking tape. There was no care or empathy in the way she had been handled. It was utterly traumatic and heartbreaking to leave with her like that. We drove straight to the vet and she was horrified, and couldn’t believe there was a 25kg husky crammed in this ball. We confirmed via microchip that it was Nova and made the decision to send Nova for a postmortem in UCD due to the circumstances. I emailed and messaged P&E asking for more information on how she had seemed when she was with them etc. and I still have not received any kind of contact back. Nova was a once in a lifetime kind of dog for me and my family and has left a hole that will always be impossible to fill, she is loved and missed every single day and I hope writing this can stop a similar situation in the future. Clearly these kennels are not fit to provide the levels of care they advertise. #justicefornova

Uma publicação compartilhada por Kirsten Kinch (@kirstenkinch) em 24 de Abr, 2019 às 1:05 PDT

Depois do choque, a mulher postou uma avaliação na página do canil, onde contava em detalhes o que aconteceu com sua companheira peluda. Após algumas horas, seu relato foi apagado, assim como o de outras pessoas com a mesma queixa de terem perdido seus pets no estabelecimento.

Mesmo assim Kristen não desistiu, e postou tudo em seu FaceBook e Instagram. Segundo ela, Nova estava em ótima saúde quando foi deixada lá. Ela conta que a Husky estava no fim de um tratamento contra Colite, uma inflamação do cólon, e que o veterinário estava cogitando até suspender os remédios pela boa saúde que a cadela apresentava.

Leia também: Homem salta em rio para salvar urso que estava se afogando

“Eu expliquei que ela tomava corticoides e que eles deveriam ser administrados separados da comida dela. Deixei tudo escrito, além de ter falado para os funcionários. Também disse que estava apreensiva sobre deixa-la, mas eles fizeram de tudo para me tranquilizar. Acontece que eu voltei de viagem e ela estava morta”, contou Kristen na postagem.

Nenhuma providência formal contra o canil foi tomada até agora, mas muitas pessoas fizeram uma petição onde exigem que o local seja fechado, alegando que pelo menos quatro outros cães morreram e foram tratados de forma negligente lá.

Fonte: Canal do Pet
Leia Também:  Cachorro deficiente ganha prótese para brincar na neve
Continue lendo

Meu Pet

Mulher deixa sua cadela em canil para viajar e quando volta encontra a pet morta

Publicado

Kristen viajou com sua família no final de 2018 para curtir a época de festas, e deixou sua Husky Nova em um canil especializado em cuidar de cães durante a ausência dos donos, em Dublin, na Irlanda. O que ela não esperava é que quando voltasse da viagem, ela iria encontrar sua companheira irreconhecível: morta, dentro de uma mala enrolada em fita adesiva.

Leia também: Conheça as raças de cachorro mais indicadas para conviverem com crianças


husky siberiano antes de ser deixada em canil e depois enrolada em fita adesiva
Facebook/ kinchykinch

Nova, a Husky antes e depois de ter ficado no canil. Ela foi entregue à sua dona dentro de uma bolsa enrolada em fita adesiva


A história triste foi compartilhada apenas agora, em abril, por Kristen. Segundo a tutora, era a primeira vez que Nova não ficaria na casa de alguém da família, e ela já estava muito apreensiva sobre deixar a cadela em um canil , mas deu aos funcionários todas as informações sobre o animal, tanto de forma escrita quanto verbal.

Segundo os funcionários, Nova foi encontrada sangrando no lugar, e pouco depois faleceu. Ninguém avisou Kristen o que havia acontecido, e ela só descobriu sobre a morte de seu animal de estimação após diversas tentativas de buscar Nova quando voltou de viagem – três ligações ignoradas pelo estabelecimento, e a última, atendida de forma hostil.

Leia também: “Ela é um complemento do meu corpo”, diz deficiente visual sobre cão-guia

No telefone pediram que ela fosse até a parte de trás do canil, onde sua Husky estava, segundo ela, de forma desumana. Nova havia sido colocada dentro de uma mala, e enrolada com fita adesiva. Kristen não conseguiu acreditar que um cão de 25 quilos estava dentro daquele pequeno compartimento, mas confirmou que realmente era sua cadela quando o veterinário de confiança da irlandesa verificou o microchip do animal.

Visualizar esta foto no Instagram.

On the 27th of December 2018 I brought my husky Nova to P&E boarding kennels to be boarded for 3 days while my family went to Iceland. Nova had an ongoing issue with Colitis and this was being managed with steroids for the last few months successfully, she had been checked by my vet prior to boarding and we had discussed taking her off the steroids as she was responding so well. I gave multiple written and verbal instructions on how the steroid was to be given separately to her food and that she needs to get this twice a day, P&E also advertise that they cater for medication and dogs that need extra care once they are informed in advance. On the 31st of December I went straight from the airport to P&E to collect Nova. I rang 4 times waiting outside to pick her up. Clive answered and told me to come around to the gate when I told him I was here for Nova. Once in, we were told Nova had died – they had found her that morning bloodied in her kennel. We where shocked and beyond devastated at this as we had left a healthy dog in 3 days earlier. I asked the kennels immediately if she had received her medication and I was told she had. They had crushed Nova into what I can only describe as a ball wrapped in a black bag, covered in masking tape. There was no care or empathy in the way she had been handled. It was utterly traumatic and heartbreaking to leave with her like that. We drove straight to the vet and she was horrified, and couldn’t believe there was a 25kg husky crammed in this ball. We confirmed via microchip that it was Nova and made the decision to send Nova for a postmortem in UCD due to the circumstances. I emailed and messaged P&E asking for more information on how she had seemed when she was with them etc. and I still have not received any kind of contact back. Nova was a once in a lifetime kind of dog for me and my family and has left a hole that will always be impossible to fill, she is loved and missed every single day and I hope writing this can stop a similar situation in the future. Clearly these kennels are not fit to provide the levels of care they advertise. #justicefornova

Uma publicação compartilhada por Kirsten Kinch (@kirstenkinch) em 24 de Abr, 2019 às 1:05 PDT

Depois do choque, a mulher postou uma avaliação na página do canil, onde contava em detalhes o que aconteceu com sua companheira peluda. Após algumas horas, seu relato foi apagado, assim como o de outras pessoas com a mesma queixa de terem perdido seus pets no estabelecimento.

Mesmo assim Kristen não desistiu, e postou tudo em seu FaceBook e Instagram. Segundo ela, Nova estava em ótima saúde quando foi deixada lá. Ela conta que a Husky estava no fim de um tratamento contra Colite, uma inflamação do cólon, e que o veterinário estava cogitando até suspender os remédios pela boa saúde que a cadela apresentava.

Leia também: Homem salta em rio para salvar urso que estava se afogando

“Eu expliquei que ela tomava corticoides e que eles deveriam ser administrados separados da comida dela. Deixei tudo escrito, além de ter falado para os funcionários. Também disse que estava apreensiva sobre deixa-la, mas eles fizeram de tudo para me tranquilizar. Acontece que eu voltei de viagem e ela estava morta”, contou Kristen na postagem.

Nenhuma providência formal contra o canil foi tomada até agora, mas muitas pessoas fizeram uma petição onde exigem que o local seja fechado, alegando que pelo menos quatro outros cães morreram e foram tratados de forma negligente lá.

Fonte: Canal do Pet
Leia Também:  Sangue nas fezes do gato? Saiba o que isso pode significar para a saúde do pet
Continue lendo
ouça ao vivo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana